Pular para o conteúdo

Divulgação encerrada

A oportunidade Líder de Pátio - Agrícola (v2012017) não está mais disponível no VAGAS.com.br.

Líder de Pátio - Agrícola
v2012017

BP Bunge Bioenergia
  • Ícone de salário
    Salário a combinar
  • Ícone de localização
    Ponta Porã
  • Ícone de hierarquia
    Técnico
  • Ícone de relógia
    Anúncio expirado
  • Controla e organiza a entrada e saída dos caminhões canavieiros como também orienta os motoristas responsáveis pelo bate e volta no pátio industrial, fiscaliza os auxiliares de campo (treladores) nos engates e desengates, quando necessário;
  • Acompanha e orienta as equipes sobre a melhor e mais eficiente forma de realizar as atividades designadas, interferindo nas operações realizadas de maneira ineficaz ou incorreta e corrigindo-as, visando contribuir para a entrega dos serviços no prazo e com a qualidade requerida;
  • Inspecionar os dispositivos básicos de funcionamento do veículo, observando o nível de água do radiador, nível de óleo do cárter, pressão dos pneus, etc e solicitando abertura de ordem de serviço para o devido reparo do equipamento.

Formação: Técnico de área agrícola (completo ou cursando).

Experiência / Conhecimentos Necessários:

  • Conhecimento operacional de caminhões e tratores.

Desejável:

Curso superior na área agrícola.

CNH AD

         


Por um futuro com mais energia.


A BP Bunge Bioenergia é uma das empresas líderes no mercado de etanol, bioeletricidade e açúcar, no Brasil.
Comprometida com segurança e sustentabilidade, a companhia tem mais de dez mil pessoas empenhadas em fazer da BP Bunge Bioenergia uma referência no mercado, apta a atender à crescente demanda por biocombustíveis e bioeletricidade.


Anunciada em julho de 2019, a joint venture formada pelas empresas BP e Bunge, com 50% de participação de cada uma, une a experiência, o conhecimento, as pessoas e os ativos das duas empresas, por uma operação com ainda mais segurança e eficiência, com a adoção das melhores práticas agrícolas, industriais e comerciais.


As 11 unidades têm flexibilidade para a produção do mix de etanol e açúcar e estão estrategicamente localizadas nas regiões Sudeste, Norte e Centro-Oeste do Brasil.