Pular para o conteúdo

Divulgação encerrada

A oportunidade Técnico de Meio Ambiente (v1998043) não está mais disponível no VAGAS.com.br.
Lgc2312017161749

Técnico de Meio Ambiente
v1998043

GRU AIRPORT
  • Ícone de salário
    Salário a combinar
  • Ícone de localização
    São Paulo
  • Ícone de hierarquia
    Técnico
  • Ícone de relógia
    Anúncio expirado

Principais Atribuições:

-Realizar vistorias e monitorar o sítio aeroportuário para controle do risco da fauna e outros aspectos
ambientais;
- Realizar ações de captura, dispersão e afugentamento de fauna na área operacional e sítio aeroportuário;
- Atuar na pronta resposta em situações anormais relacionadas à fauna (doméstica/silvestre) no âmbito aeroportuário;
- Coletar dados e informações sobre ocorrências com fauna junto às equipes de pátio e companhias
aéreas para repasse à Coordenação;
- Registrar as informações obtidas em campo para elaboração dos relatórios pertinentes.

Principais Requisitos:
- Formação Técnica em Meio Ambiente;
- Pacote Office Intermediário;
- Habilitação categoria B e experiência em condução de veículos;
- Desejável conhecimentos básicos em georeferenciamento (uso de GPS);
- Experiência com gerenciamento de resíduos sólidos.  

 

Informações Adicionais:

Escala de Trabalho (4x1 4x2)


O GRU Airport – Aeroporto Internacional de São Paulo é o principal aeroporto da América Latina e um dos que mais cresce no mundo. Hoje, a estrutura conta com um terminal de cargas e três terminais de passageiros, incluindo o moderno Terminal 3, inaugurado em maio de 2014, com capacidade inicial para atender 12 milhões de passageiros/ano; uma entrega memorável para o GRU Airport e para o Brasil. Isso não apenas por causa dos 18 meses de construção, mas também por mostrar uma nova face do aeroporto: moderno, cosmopolita e o mais bem preparado da América Latina para receber passageiros e usuários com as mais diversas necessidades. 


Até 2022, a capacidade do GRU Airport será de aproximadamente 60 milhões de passageiros/ano, um incremento necessário para acomodar o crescimento esperado no setor.


Desde novembro de 2012 o GRU Airport é administrado pelo consórcio composto pela Invepar, Airports Company South Africa (ACSA) e Infraero.