Pular para o conteúdo

Divulgação encerrada

A oportunidade Auxiliar de Tecnologia da Informação (TI) (v1844302) não está mais disponível no VAGAS.com.br.

Auxiliar de Tecnologia da Informação (TI)
v1844302

Pitágoras Divinópolis
  • Ícone de salário
    Salário a combinar
  • Ícone de localização
    Belo Horizonte
  • Ícone de hierarquia
    Auxiliar/ Operacional
  • Ícone de relógia
    Anúncio expirado

ATIVIDADES E RESPONSABILIDADES
Realizar o atendimento de 1º nível dos chamados, bem como, prestar assistência aos usuários e às atividades do departamento.

1. Atendimento 1º nível ao usuário (chamados/ suporte usuário);
2. Acompanhamento de serviços técnicos terceirizados;
3. Conhecimento em recursos multimídia (projetores, caixa de som, microfones)
4. Suporte em infraestrutura/TI;
6. Manutenção de Computadores;
7. Noções de redes configuração e instalação;
8. PABX- Abertura de chamados para manutenção ou configuração;
9. Conhecimento em instalação e configuração de sistemas operacionais plataforma Windows;
10. Pro atividade;
11. Dinamismo;
12. Vontade de aprender;
13.Busca por Crescimento Profissional.

CURRÍCULOS EM FORMATO CONFIDENCIAL NÃO SERÃO ABERTOS


FORMAÇÃO ACADÊMICA NECESSÁRIA
Ensino Médio COMPLETO


CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
- Bons conhecimentos em Informática
- Facilidade para lidar com o público


HORÁRIO DE TRABALHO
Horário: 2ª à 5ª 13:40h às 22:40h, 6ª 13h às 22h, sábados de 08:00 às 12:00


REMUNERAÇÃO
Salário + Bolsa de Estudos + Vale Alimentação + Assistência Médica + Assistência Odontológica + Vale Transporte

Necessário residir em Divinópolis, ou nesta região.

Benefícios
  • Assistência médica
  • Assistência odontológica
  • Auxílio academia
  • Bolsa auxílio
  • Seguro de vida
  • Vale-refeição

A primeira Faculdade Pitágoras foi fundada na cidade de Belo Horizonte, no ano 2000, oferecendo o curso de graduação em Administração. No final do ano de 2001 possuía 332 alunos, ao passo que já contava com uma base ampla na Educação Básica, que somava 98.257 alunos. Atualmente, o Pitágoras está presente no Ensino Superior nos estados do Maranhão, Minas Gerais, Bahia, Espírito Santo, São Paulo, Paraná e Maceió.

Ainda em 2001, após a modificação do marco regulatório do Ensino Superior, a Apollo International (fundo particular de investimentos em educação) tornou-se acionista da Kroton, aportando capital e experiência internacional em gestão educacional para o seu projeto de Ensino Superior. Em 2005, por questões internas, a Apollo International decidiu limitar suas atividades e cessou todos os investimentos que mantinha fora dos Estados Unidos. Por esse motivo, em agosto de 2006, os acionistas da Kroton negociaram a recompra de suas respectivas participações acionárias, acarretando a saída definitiva da Apollo International da Companhia.

Em 2006, a Kroton implantou o Núcleo de Pós-Graduação Pitágoras no estado de Minas Gerais, com coordenações locais em cada unidade, oferecendo cursos de especialização lato sensu nas áreas de Saúde, Gestão, Ciências Sociais e Pedagogia, além de cursos de extensão em diversas áreas.
No ano de 2007 a Kroton abriu o seu capital na Bolsa de Valores (KROT 11) e em 2008 houve a entrada da Advent (fundo particular de investimentos que possui parcerias com várias empresas brasileiras e buscava uma no segmento educacional), no bloco de controle de gestão da empresa, o que trouxe recursos para novos investimentos.