Pular para o conteúdo

Divulgação encerrada

A oportunidade Técnico Mecânico - Rio Verde (v1819921) não está mais disponível no VAGAS.com.br.

Técnico Mecânico - Rio Verde
v1819921

Crown Embalagens
  • Ícone de salário
    Salário a combinar
  • Ícone de localização
    Rio Verde
  • Ícone de hierarquia
    Técnico
  • Ícone de relógia
    Anúncio expirado

Temos interesse no recebimento de currículos de pessoas com deficiência.

 

PERFIL DESEJADO:

 

  • Curso Técnico completo em mecânica, automação industrial, eletromecânica, mecatrônica ou áreas correlatas;
  • Vivência em máquinas operatrizes (Torno/Fresa/Retifica)
    Conhecimentos hidráulicos, pneumáticos, ajustes de precisão, pneumática e metrologia (mandatório);
  • Disponibilidade para atuar em turno e escala de trabalho (3X3)



PRINCIPAIS RESPONSABILIDADES:

 

  • Produzir latas de alumínio, operar e acompanhar o funcionamento dos equipamentos da linha de produção de acordo com as normas estabelecidas, realizar manutenções preventivas e controlar a qualidade do processo através de testes e procedimentos específicos;



PACOTE DE REMUNERAÇÃO: Salário atrativo + Participação nos Lucros + Benefícios

 

Local de trabalho: Rio Verde/GO


Lnv15698403295393434

Uma das mais importantes Fabricantes de Latas de Alumínio para cervejas, refrigerantes, sucos e chás, do Brasil;

Sua formação se deu através da Multinacional Americana do ramo de embalagens, Crown Holdings, e empresa Évora S. A, que atua no ramo de embalagens, extrusão de fibras e filamentos para aplicação em não tecidos e em reflorestamento;

Presente no Brasil desde 1996, ano em que iniciou a fabricação de embalagens de alumínio para bebidas;

Possui 5 unidades fabris, localizadas em Cabreúva-SP (Latas), Estância- SE (Latas), Ponta Grossa-PR (Latas), Manaus-AM (Tampas) e Teresina-PI(Latas). Com previsão de inauguração ainda no ano de 2019 a nova unidade em Rio Verde - GO (Latas).

É considerada referência mundial em termos de eficiência, qualidade, custos, meio ambiente, saúde e segurança do trabalho e rentabilidade