Home > Busca de emprego > Candidaturas > Teste de raciocínio lógico: como se sair bem?

Teste de raciocínio lógico: como se sair bem?

Entenda o que é esse teste e como você pode se preparar para ter um bom resultado
duas peças de quebra-cabeça de encaixam

Você já deve ter observado que vários processos seletivos incluem um teste de raciocínio lógico. Para entender o que é esse teste e como você pode se preparar para ter um bom resultado, continue a leitura deste post. Vamos explicar tudo. 🙂

Qual o objetivo do teste de raciocínio lógico?

Quando as empresas incluem um teste de raciocínio lógico em seu processo seletivo, o que elas querem é avaliar a capacidade do candidato de analisar situações, raciocinar sobre elas e encontrar soluções. Ou seja, elas querem saber o quanto você é capaz de organizar suas ideias para resolver problemas e tomar decisões.

Isso não significa que você tenha de fazer contas mentalmente ou resolver problemas puramente matemáticos. O raciocínio lógico não é exatamente uma prova de matemática. Uma pessoa pode ter um bom raciocínio lógico e, ao mesmo tempo, ter de recorrer à calculadora para resolver contas do dia a dia (se for o seu caso, fique tranquilo!). 

Como se sair bem em uma prova de raciocínio lógico?

Para se sair bem em uma prova de raciocínio lógico é preciso primeiramente manter a calma. Nervosismo e ansiedade podem atrapalhar sua capacidade de analisar o problema e buscar soluções.

Outra estratégia importante é a de treinar muito. É bem possível que das primeiras vezes, você demore para encontrar as soluções. Com o treino, no entanto, a tendência é de você pegar o jeito e começar a perceber com mais facilidade o que cada questão está propondo. 

Dicas para ir bem no teste de lógica

Reunimos algumas dicas para você se preparar com antecedência para qualquer teste de lógica que seja proposto durante um processo seletivo. Vamos lá? 

Pratique e conheça os diferentes tipos de pergunta

Praticar testes de lógica é importante para você conhecer – e entender – os diferentes tipos de perguntas que podem aparecer. É muito comum que, das primeiras vezes, você mal saiba por onde começar. Com o treino, porém, você vai ganhar agilidade para entender a questão e achar a solução. 

A Khan Academy, por exemplo, tem alguns vídeos explicando questões de raciocínio lógico. Vale a pena conferir. Neste site do Prof Cardy, há também um simulado de raciocínio lógico com respostas

Entenda a resolução do problema

Quando estiver praticando, é muito importante entender a resolução do problema, principalmente quando você erra o resultado ou nem consegue imaginar uma forma de chegar até ele. 

Como dissemos, o raciocínio lógico pode (e deve) ser treinado. Quanto mais você entender as resoluções, mais você estará treinado para resolver as próximas questões sozinho. Seu cérebro vai aprender o caminho – pode acreditar.

Faça o teste em um ambiente tranquilo

Concentração é uma palavra-chave para ir bem no teste de raciocínio lógico. Por isso, nada de distrações ou interrupções. Procure um ambiente tranquilo para fazer o teste e ative a função “não incomode” do seu celular. Quanto mais você se concentrar, mais chances tem de entender o exercício proposto e encontrar a melhor solução. 

Conheça a empresa e entenda por que ela pediu o teste

Outra dica é entender o que a empresa quer com aquele teste. Isso porque os testes têm níveis de dificuldade muito diferentes. O teste para uma vaga de engenheiro de produção pode ser diferente do teste para uma vaga de analista de marketing. O teste de uma fintech, por exemplo, também tende a ser bem diferente do teste para uma agência de publicidade – e por aí vai. 

Além disso, as empresas podem incluir questões relacionadas ao seu segmento de atuação. Se estiver concorrendo a uma vaga em empresa de logística, por exemplo, é possível que encontre perguntas relacionadas ao assunto. 

Exemplos de testes de raciocínio lógico com respostas

Na internet, existem vários sites que oferecem testes de raciocínio lógico com respostas. Aqui estão alguns deles para você treinar:

Perguntas sobre equivalências

As perguntas sobre equivalências normalmente partem de duas proposições equivalentes, ou seja, que querem dizer a mesma coisa ou têm o mesmo significado. Isso significa que se uma delas for verdadeira, a outra também será. E vice-versa: se uma for falsa, a outra também será. 

Um exemplo de questão proposta pelo Q Concursos:

A negação da proposição composta “se estudo, passo” está corretamente expressa na alternativa:

  1. Se não estudo, não passo.
  2. Estudo e não passo.
  3. Se estudo então passo.
  4. Estudo ou passo.
  5. Estudo, se e somente se, passo.

(spoiler: a resposta correta é “b”)

Perguntas sobre sequências lógicas

Perguntas sobre sequência lógica são aquelas que apresentam uma sequência que deve ser decifrada pelo candidato. 

Outro exemplo da Q Concursos:

Nas imagens a seguir, as horas apresentadas nos relógios, da esquerda para a direita, obedecem determinada sequência lógica, sem, necessariamente, obedecer a uma ordem cronológica.

Respeitando-se essa lógica, o próximo relógio da sequência apresentará o horário:

  1. 7h40min.
  2. 7h30min.
  3. 8h00min.
  4. 7h50min.

(Spoiler: a resposta correta é “c”)

Perguntas sobre probabilidade

Essas, sim, podem lembrar muito as provas de matemática que você já fez na vida e costumam envolver cálculos. 

Aqui temos mais um exemplo do Q Concursos:

  • Em uma mesa foram colocados três recipientes: I, II e III. No recipiente I, havia 5 cartões azuis, 2 brancos e 1 cinza. No recipiente II, havia 2 cartões azuis, 3 brancos e 4 cinzas. No recipiente III, havia 3 cartões azuis, 4 brancos e 2 cinzas. Considerando que todos os cartões têm a mesma chance de serem retirados, a probabilidade de se retirar um cartão de cada urna e de os três serem da mesma cor é de, aproximadamente:
  1. 8,7%.
  2. 15,8%.
  3. 9,6%.
  4. 12,5%.

(Se você disse “c”, parabéns! :-))

Cadastre seu currículo no VAGAS.com.br e aproveite inúmeras oportunidades de emprego. Se você já tem um cadastro, atualize-o aqui.