Home > Carreira > Evolução profissional > Quando sair do emprego: 6 sinais de que é hora de se demitir

Quando sair do emprego: 6 sinais de que é hora de se demitir

Reconheça situações que revelam que seu ciclo em uma empresa pode estar chegando ao fim
quando sair do emprego

Quais sinais indicam que sair do emprego é a melhor opção para sua carreira e – em alguns casos – para sua saúde física e mental? Neste post, vamos tratar de situações que revelam que seu ciclo em uma empresa pode estar chegando ao fim. 

Afinal, quando sair do emprego?

Nem toda discussão é motivo para sair do emprego. Da mesma forma, nem toda frustração – como aquela promoção que você tanto esperava e não chegou – é razão suficiente para pedir demissão de uma hora para outra. 

Por outro lado, há situações que podem comprometer seu desenvolvimento profissional e até a sua saúde física e mental. Confira a seguir alguns sinais de que algo assim possa estar acontecendo com você. 

1. Você não tem espaço para crescer

Não enxergar para onde você pode crescer na empresa é um sinal de que você deve começar procurar oportunidades em outros lugares. Sem perspectiva de crescimento é muito comum que os profissionais percam a motivação e a produtividade. No longo prazo, o trabalho pode se tornar apenas um meio para pagar as contas. 

2. Você sente que pode ser demitido a qualquer momento

Perceber que seu emprego ou seu departamento inteiro está em risco quando a sua empresa é comprada por outra, por exemplo, também é um sinal de alerta. A dica é que você se antecipe e comece a procurar alternativas. 

3. Você tem chefe ou colegas tóxicos

Pessoas tóxicas são aquelas que fazem mal para a nossa saúde física e mental. Normalmente, são pessoas autoritárias, que gritam ou tentam impor suas vontades à força, ou pessoas que não seguem as regras estabelecidas. Quando você sente que está em um ambiente assim sem muitas chances de escapar dele na própria empresa, a demissão pode ser o único caminho. Deixar esse ambiente é a melhor forma de cuidar da sua saúde e também da sua carreira, já que dificilmente alguém se desenvolve nesse tipo de lugar. 

4. Você não consegue se adaptar à cultura ou aos valores da empresa

Considere um sinal de alerta quando você se sentir desconfortável em um emprego por não acreditar na missão da empresa ou não estar alinhado aos seus valores ou à sua cultura. Esse tipo de alinhamento é cada vez mais importante, tanto para as empresas quanto para os profissionais, porque permite que as pessoas se desenvolvam e permaneçam mais tempo na empresa. 

A dica é válida especialmente se você já tem algum tempo de casa. Se, diferentemente, você acabou de ser contratado, vale esperar um pouco antes de tomar qualquer decisão porque essa adaptação pode levar alguns meses. Saiba mais sobre o assunto em nosso post O que fazer quando você não está alinhado à cultura da empresa.

5. Você percebe que o emprego está fazendo mal para você

Você se sente doente, está sempre cansado, estressado e sem ânimo para nada? Se o causador desse mal estar for o seu trabalho, este é um sinal claro de que você deve sair do emprego. A recomendação não é simplesmente jogar tudo para o alto porque isso pode até agravar a sua situação. 

O melhor, nesse caso, é fazer um planejamento financeiro e buscar alternativas – um novo emprego, um plano B, algo que faça você ver luz no fim do túnel. Ninguém merece adoecer física ou mentalmente por estar em um ambiente de trabalho inadequado. 

6. Você acumula funções mas não tem aumento salarial

O acúmulo de funções é algo que acontece com muita frequência hoje em dia porque cada vez mais as empresas querem (e precisam) produzir mais gastando menos. 

Se esse for o seu caso e se você se sentir sobrecarregado sem nenhuma contrapartida que valha a pena, considere que é um sinal para seguir em frente e buscar um emprego que de fato valorize o seu trabalho. 

Como comunicar a decisão de sair do emprego?

Depois de decidir sair do emprego, é importante comunicar a sua decisão da melhor forma possível. Uma dica, para começar, é explicar objetivamente por que você está saindo – se é porque recebeu uma proposta, se é porque precisa de um tempo para reorganizar a carreira, por exemplo. 

Se você decidiu sair porque quer crescer na carreira e não vê essa possibilidade onde está, o melhor é se focar apenas na sua vontade de se desenvolver, sem relacionar os problemas que você enxerga na empresa em que está. 

De forma geral, o momento da demissão não é hora para discutir a relação e nem apontar falhas. Afinal, se você já tomou sua decisão, o melhor a fazer é sair do emprego sem fechar portas e sem prejudicar a sua imagem. 

Para saber mais sobre a hora de pedir demissão, confira nosso post Saiba como pedir demissão sem fechar portas na empresa.

Cadastre seu currículo no VAGAS.com.br e aproveite inúmeras oportunidades de emprego. Se você já tem um cadastro, atualize-o aqui.