Home > Passo a passo para fazer carta de apresentação

Passo a passo para fazer carta de apresentação

Com um bom texto você multiplica as chances de seu currículo ser lido

Uma carta de apresentação personalizada e bem escrita é uma ferramenta capaz de aumentar muito as chances de o seu currículo ser lido por recrutadores e profissionais de RH. Confira as dicas de Fernanda Thees, da Loite, empresa de orientação de jovens para carreira e processos seletivos.

O que é carta de apresentação?

Carta de apresentação é um texto que apresenta você à pessoa que está trabalhando na seleção de profissionais para determinada vaga. A ideia desse texto é mostrar, que você atende aos requisitos do anúncio da vaga e pode contribuir para o desenvolvimento da empresa. 

O que escrever na carta de apresentação?

Na carta de apresentação, você deve falar rapidamente sobre sua experiência, seu conhecimento e suas principais habilidades. Na hora de escrever, preste muita atenção ao anúncio. A ideia é mostrar, em poucas palavras, que você é o profissional perfeito para desempenhar a função a que está se candidatando. 

Como fazer carta de apresentação

Agora que você já sabe o que é a carta de apresentação e para que ela serve, está na hora de escrever a sua – ou melhorar a que você já escreveu. Criamos um passo a passo para você se apresentar da melhor forma, mas não espere uma receita de bolo milagrosa, ok? A ideia é que você siga os passos para não esquecer nenhum ponto importante e garantir que a carta de apresentação esteja cumprindo seu objetivo. Lembre-se de que o texto precisa ser personalizado e mostrar um pouco do que você é.

Por exemplo, se você for um profissional mais informal e trabalhar em um segmento também informal, sua linguagem deve seguir esse padrão. Por outro lado, se você atua em uma área com muita formalidade, faça sua carta da forma mais formal possível. 

1. Personalize o texto

Se você quer se apresentar e chamar a atenção para o currículo, esqueça aquelas fórmulas prontas que não dizem nada e ainda demonstram falta de criatividade. “Se for para escrever ‘Prezado, segue meu perfil para interesse em sua empresa’, é melhor não escrever nada”, diz Fernanda. A ideia, segundo ela, é tentar ao máximo personalizar o texto. “Descubra o nome da pessoa para quem vai enviar o currículo, procure um gancho para chamar a atenção dela para a leitura.”

2. Aproveite o corpo do e-mail

Se for enviar o CV por e-mail, a dica é fazer a apresentação logo no corpo da mensagem, mesmo. É mais prático e chama muito mais a atenção de quem vai receber. “É uma maneira informal de fazer uma carta de apresentação que acaba sendo mais eficiente já que ninguém precisa abrir o documento para começar a ler.”

3. Mostre que tem os requisitos

Se tiver a descrição da vaga anunciada, mostre que você cumpre os requisitos técnicos e comportamentais exigidos. Por exemplo, se a vaga exige pelo menos cinco anos de experiência no segmento, inglês fluente e disponibilidade para viagens, mas você cumpre esses requisitos, pode escrever assim:

“Prezado Fulano, gostaria de me candidatar à vaga xxxxx da sua empresa. Tenho sete anos de experiência no segmento, falo inglês fluentemente e tenho disponibilidade para viagens.”

Se preferir, pode elencar os itens em tópicos, de maneira mais formal:

“Atendo aos requisitos da vaga:

– sete anos de experiência no segmento;

– fluência em inglês;

– disponibilidade para viagens.”

4. Demonstre como você pode contribuir

Não deixe de dizer também de que forma você pode contribuir com a empresa. No final das contas, é esse o objetivo da carta de apresentação. Você pode dizer, por exemplo 

“Acredito que minha experiência internacional de dois anos possa ser útil aos planos de expansão da empresa.”

5. Deixe claro que buscou informações

Para comprir o item 5, no entanto, é necessário buscar informações sobre a empresa e mostrar, na carta, que você fez essa lição de casa.

Se você souber para quem está enviando o currículo com a carta, também é interessante demonstrar que você se interessou pela pessoa, buscou informações sobre ela e sobre o que ela costuma postar nas redes sociais, por exemplo – desde que seu perfil seja público e de caráter profissional, claro.  “Diga, por exemplo, que você leu o que ela comentou sobre determinado assunto e que, por isso, tem interesse em trabalhar na empresa”, recomenda Fernanda.

6. Indicação pode ser um bom gancho

Por fim, se você foi indicado por alguém, esse também pode ser um bom gancho para sua carta de apresentação.

 Segundo Fernanda, não há por que ter receio de escrever “Indicação de João Paulo”, por exemplo, no assunto, e “Prezada Fulana, conversei com João Paulo e ele me recomendou falar com você porque tenho interesse em…”

Mesmo que a empresa não tenha uma vaga naquela hora, se você foi indicado por algum conhecido, a pessoa possivelmente terá a consideração de, pelo menos, olhar seu e-mail e seu currículo. E aí é bem possível que ela se lembre disso quando a vaga surgir.

Cadastre seu currículo no VAGAS.com.br e aproveite inúmeras oportunidades de emprego. Se você já tem um cadastro, atualize-o aqui.