Home > Oráculo > Dicas para enriquecer o vocabulário de palavras

Dicas para enriquecer o vocabulário de palavras

Por Lígia Crispino

Segundo Clarice Lispector, as palavras desvendam nossos pensamentos e podem vir de lugares muito distantes dentro de nós. Na verdade, a comunicação falada e escrita são totalmente dependentes das palavras.

As palavras são como pinceladas na transformação de uma ideia ou uma imagem em pintura. Se o pintor tem dom ou se estudou as técnicas, o resultado será um quadro que poderá impressionar em riqueza de detalhes e sutilezas, ou pelo inusitado.

As palavras são como as notas que compõem uma música, quanto mais elaboradas, mais vão impressionar e emocionar. Se o músico for talentoso ou tiver estudado as nuances de todas as possibilidades das notas musicais, teremos uma música que ultrapassará os tempos, nunca envelhecerá e tocará inúmeras gerações.

As palavras são como os ingredientes de uma receita saborosa. Se o chef gostar de cozinhar e for além do tradicional, criará receitas incríveis, surpreenderá as pessoas pelo requinte e, às vezes, pela simplicidade não imaginada por outros.

O fato é que as palavras fazem a diferença na comunicação com qualidade. Se a sua mente está sempre em jejum, ou seja, você não a abastece com conteúdo relevante, o que sairá de lá, quando você precisar abrir as portas do seu cérebro?

É de lá que saem todas as palavras que precisamos para vestir nossos pensamentos e ideias para o mundo. Abrir as portas para a entrevista de emprego na empresa de seus sonhos; para a oportunidade de fazer uma apresentação na reunião de diretoria; para a visita de vendas a um prospect importante e muitas outras situações.

Nossa mente também precisa de alimento, e ele pode ser encontrado nos livros, revistas, jornais, blogs, entrevistas, palestras, workshops, cursos, congressos, museus, exposições, teatro e cinema.

Uma sugestão simples, mas muito poderosa, é anotar palavras que não conhecemos, pode ser no bloco de notas em versão eletrônica ou papel, e procurar o significado ou sinônimo para todas elas. No mundo da tecnologia, estamos a um toque dos dedos da informação.

Importante anotar também expressões ou combinações interessantes de palavras. Depois disso, sempre que formos escrever algo, temos de tentar usá-las até incorporá-las ao nosso discurso. O objetivo é aumentar o nosso vocabulário ativo.

Também quero deixar outra dica: assistir aos vídeos do portal www.endeavor.org.br. Há alguns muito interessantes da Katia Campelo e da Sttella Gulo Baster sobre comunicação. Vale a pena conferir!

Assim como o pintor, o músico e o chef, o excelente comunicador depende das múltiplas tonalidades e texturas das tintas, de todas as possíveis notas musicais e ingredientes para poder treinar, liderar, negociar, delegar e questionar, entre outras competências que são esperadas dos profissionais.

***

Ligia Crispino é fundadora e sócia-diretora da Companhia de Idiomas e do ProfCerto. Formada em Letras e Tradução/Interpretação pela Unibero, possui cursos em Marketing de Serviços pela FGV; Gestão de Pessoas pelo Ibmec, Branding e Inteligência Competitiva, ambos pela ESPM; Business English em Boston. É analista quântica e dá palestras sobre comunicação, ensino, gestão de negócios e pessoas.