Home > Oráculo > Currículo: um trailer da sua carreira em 30”

Currículo: um trailer da sua carreira em 30”

por Maria Clara Whitaker*

Muita gente acha que o currículo é onde você deve contar as experiências da sua vida. Não é verdade. O CV deve ser um trailer de 30 segundos sobre o filme da sua carreira, não um épico de 4 horas que faça o recrutador arrancar os cabelos.

Certa vez, caiu na minha mão um CV de 11 (onze) folhas. Não páginas, veja bem: folhas. Frente e verso. Perguntei se não haviam sido impressos e grampeados, sei lá, 4 CVs diferentes, por engano. Não, era isso mesmo. 11 folhas, 22 páginas.

currículo fora composto da seguinte forma:
• Página 1: Uma dissertação sobre a visão de universo da pessoa, para “inspirar”[sic] o leitor.
• Página 2: Uma lista das principais qualificações que a pessoa tinha: determinação, liderança, trabalho em equipe, conhecimentos profundos sobre a sua área, Word/Excel/Power Point (***uaaaaaahhh)…
• Página 3: mais qualificações; citações de filósofos gregos.
• Página 4: dados pessoais, como o nome da pessoa, seu endereço completo, todos os telefones imagináveis, CPF, RG, Título de Eleitor, idade, filhos, idade dos filhos, idade da esposa. Sim, tudo isso. E na quarta página, não na primeira.

Da quinta página à décima, era todo um emaranhado de cursos que a pessoa dava na Faculdade Tal e Tal, com um descritivo aula a aula do conteúdo. Em algum momento posterior, desencadeou-se uma infindável descrição de qualquer projeto em todos os trabalhos pelos quais a pessoa havia navegado.

A esta altura do campeonato, claro, o documento havia deixado de cumprir a sua função de aproximar o candidato à vaga, e havia virado um estudo de caso.  Aquilo não era um currículo, era um episódio de “Acumuladores”!

O que aprendemos neste post:

Sim, a sua vida é um barato. De verdade. Mas em um CV, eficiência é tudo. A função dele, lembre-se sempre, é instigar a curiosidade do recrutador para que ele te chame para uma entrevista, onde você poderá lhe contar todos os detalhes que fazem de você uma pessoa bacana. O CV é só uma palhinha.

Organize as informações de forma interessante e focada, contendo-as em, no máximo, duas páginas. Mais do que isso, o recrutador não vai ler, e ainda vai pensar que você não sabe priorizar, ou que você se acha a mais deliciosa bolacha do pacote. Ou ambos.

Uma boa dica que damos aos nossos clientes de Power CV é focar nas atividades que você exercia que mais teriam a ver com a vaga em questão. Exponha as informações de forma simples, poupando o recrutador do trabalhão de ter que pescar no texto o que faria de você um bom candidato à vaga, e aumenta as chances de ele te chamar para tomar um café.

Maria Clara Whitaker bota nos trilhos a carreira e a vida das pessoas. Ela é coach e dona da consultoria VITAMINA Coaching e Carreira.