Home > Oráculo > Você sabe o que é repertório?

Você sabe o que é repertório?

Por Ligia Crispino

A boa comunicação, entre vários fatores, depende muito do repertório do profissional. Mas o que vem a ser repertório? É todo conhecimento armazenado, que modifica e confirma a postura e a atitude de uma pessoa. Esse conhecimento é proveniente de suas experiências, ou seja, tudo aquilo que essa pessoa viu, e ainda vê; aprendeu, e ainda aprende; e conhece dentro do seu meio e da sua cultura.

O repertório está em constante construção e é como nossa impressão digital. Ele se baseia na capacidade de observação e retenção de cada pessoa. Na infância e adolescência, os pais e a escola são responsáveis pelos estímulos que vão fazer com que esse repertório tenha uma base para criar um diferencial competitivo no futuro deste profissional. Na fase adulta, é o profissional que passa a ser o maior responsável nesse processo.

O cuidado com o discurso é crucial no ambiente corporativo, seja para negociações, palestras,  reuniões, apresentações para clientes, investidores, a direção da empresa etc. A comunicação eficaz permite ao profissional se expressar de forma clara, segura, convincente e até envolvente e contagiante.

O repertório rico dá jogo de cintura, agilidade e prontidão na reação ou resposta. Funciona como um grande arquivo, separado em pastas, as quais são, rapidamente, acionadas à medida que o profissional vai se deparando com as situações que se apresentam. Quanto mais o profissional conhece, mais chance ele tem de fazer relações e sinapses inteligentes, devolvendo para seu interlocutor um conteúdo muito pertinente e relevante.

O problema é que presenciamos inúmeras pessoas que não se preocupam com a construção de um repertório consistente, elas até reconhecem a importância de ter uma comunicação diferenciada. No entanto, dedicam muito pouco, ou quase nada do seu tempo, para incrementar seu repertório e, consequentemente, sua comunicação.

Algumas fontes valiosas para desenvolver um ótimo repertório são os livros, revistas, jornais, filmes, peças de teatro, cursos, palestras, viagens, internet, contato com pessoas diferentes em ambientes diferentes entre outras.

Quais dessas fontes fazem parte da sua rotina? Se você não está fazendo nada ou muito pouco por esta competência, comece criar um plano de ação que tenha como meta uma melhor comunicação. Liste as ações que impactarão positivamente a sua expressão oral e escrita. As fontes que mencionei acima são ferramentas muito poderosas. Porém, tenha em mente que um bom repertório não se constrói da noite para o dia, demanda tempo e dedicação, só que o retorno é garantido!

Ligia Crispino é fundadora e sócia-diretora da Companhia de Idiomas e do ProfCerto. Formada em Letras e Tradução/Interpretação pela Unibero, possui cursos em Marketing de Serviços pela FGV; Gestão de Pessoas pelo Ibmec; Branding e Inteligência Competitiva, ambos pela ESPM; Business English em Boston. É analista quântica e dá palestras sobre comunicação, ensino, gestão de negócios e pessoas. Ligia escreve mensalmente para o VAGAS Profissões.