Home > Oráculo > Você tem coragem de ir atrás dos seus desejos?

Você tem coragem de ir atrás dos seus desejos?

por Paula Oliveira

Ensinando com o Facebook – umas das coisas boas da rede social é poder ler algumas histórias verdadeiras que nos ensinam muito e nos deixam emocionadas.

Segue uma delas:

“Em fase do ‘Eu quero – eu preciso – eu tenho’ esse ou aquele brinquedo, a restrição fica ainda maior. Aí, gentilmente, eu explico que se quer, tem que esperar aniversário, dia das crianças ou natal para pedir e ganhar. Mas se quer muito, muito mesmo, tem que juntar as moedinhas do cofrinho e tentar comprar. Ele entende depois de tentar negociar dizendo que o novo desejo é muito, muito importante. E eu fico feliz de poder ensinar que na vida, nada vem fácil. Precisa querer muito, abrir mão de alguns outros desejos e correr atrás para conseguir. É quando ele sempre me surpreende. Dessa vez, o brinquedo-desejo era um baralho de trunfo (sim, as regras valem para presentinhos, presentes e presentões). Depois de uma semana esperando o tempo passar rápido para chegar o dia das crianças (o que não aconteceu), ele pediu papel e tesoura e iniciou a própria produção fazendo o seu próprio trunfo. Pegou o papel, recortou, desenhou, definiu o tema e as características e os pontos equivalentes! Hoje acordou cedo para dar continuidade à sua produção e veio nos mostrar feliz que só, por ter conseguido o que queria!!”
(por Juliana Migueleto)

Não da vida OK

Lendo esta história, eu faço uma reflexão:

• O que fazemos com as nossas frustrações e com os nossos desejos não correspondidos, na hora e do jeito que queremos?
• Como reagimos quando o nosso sonho não realiza? Batemos o pé? Choramos ou criamos uma forma diferente de resolver o nosso problema ou simplesmente desistimos de nossos sonhos?
• Como os nossos pais nos ensinaram a lidar com estes “nãos” da vida?
• O que aprendemos com os “nãos” da vida?
• Como fazemos em nosso ambiente de trabalho com os “não” que recebemos?
• Somos vítimas da vida? Ou lutamos por ela?
• Temos CORAGEM de ir atrás de nossos DESEJOS? Ou ficamos reclamando de tudo?
• O que eu faço hoje é o que realmente importa para mim?

Acredito que quem direciona a nossa vida somos nós mesmos, e muitas vezes, a rotina e o medo nos tiram do caminho que queremos, mas tenho certeza de que se o desejo é forte, realmente construiremos no nosso “TRUNFO”.