Home > Inovação > Eles não vivem mais sem WhatsApp

Eles não vivem mais sem WhatsApp

Consumidores agora têm acesso a produtos e serviços através de aplicativo

por Fernando Porto

O que pode haver em comum entre um empreendedor, uma veterinária, um projetista e uma corretora de câmbio? A resposta é um popular aplicativo de smartphone que tem contribuído para melhoria da produtividade e até aumento da clientela desses profissionais: o WhatsApp.

Para o empreendedor Alexandre Gigante, a ferramenta tem sido fundamental para os negócios de sua loja online SOS Presentes, que promete fazer entregas no prazo máximo de duas horas em toda a Grande São Paulo. “O WhatsApp está ajudando até para pedidos de pessoas fora do Brasil, que nos procuram pela web e finalizam a compra pelo aplicativo”, explica.

Um exemplo do sucesso da loja foi em uma sexta-feira, por volta de 17h, quando recebeu o pedido de um brasileiro, que estava trabalhando na Irlanda e queria enviar de aniversário um buquê de rosas e um vinho para a namorada, em São Paulo. “Ele já havia feito a compra pela internet e nos falamos pelo Skype. Pelo fuso horário, já eram 21 horas na Irlanda e o rapaz tinha saído do escritório e estava bebendo num pub. Por meio do WhatsApp, mandei para seu smartphone fotos do buquê de rosas e do vinho que ele comprou e, depois, dos produtos sendo embalados antes de chegarem para a namorada”, conta o empresário.

Cães e gatos
A veterinária Cláudia Ronca, especializada em cirurgia oncológica, não abre mão do uso do WhatsApp para dar um tratamento diferenciado aos donos dos pets, principalmente quando viaja para congressos no exterior. “Dessa forma, eles têm a certeza que nunca estarão desamparados. Por exemplo, eles enviam uma foto de alguma alteração no corpo do bichinho e eu dou a orientação. É claro que, num caso de emergência, peço para usarem o telefone mesmo porque nem sempre existe alcance de WiFi”, explica a médica.

O projetista José Roberto de Biaggio também adotou o WhatsApp para resolver em tempo real as mudanças dos projetos de móveis sob medida. “É um ótimo recurso para deixar o cliente acompanhar a produção. Vou tirando as fotos de cada etapa da montagem de um móvel, por exemplo. Os clientes ficam muito felizes porque isso reduz a ansiedade deles com o trabalho contratado”, conta.

Outro exemplo de sucesso com o aplicativo é a Graco Exchange, que disponibiliza um canal para compra e venda de moeda estrangeira e recarga de cartões de viagem à longa distância. Em tempo real, o serviço atende à necessidade de quem não quer mais perder tempo com negociações por telefone ou com processos morosos para recarregar o cartão pré-pago no exterior.

“Desburocratizamos a forma de se comprar ou vender moedas estrangeiras”, afirma Bruna Xavier Gomes, diretora de comunicação da Graco.