Home > Dicas > Você sabe como fazer um currículo por competências?

Você sabe como fazer um currículo por competências?

Entenda por que o formato pode ideal para quem está começando a carreira ou buscando uma transição

O objetivo do currículo é mostrar que você é perfeito para a vaga que a empresa tem. Certo? Mas e se relatar o seu histórico profissional não for a melhor forma de mostrar isso? Será que organizar seu currículo por competências – no lugar do tradicional formato cronológico reverso – pode ser a melhor alternativa?

Segundo Amy Michalenko, especialista em carreira e desenvolvimento de currículo, essa pode ser a melhor opção em alguns casos. Um deles é o de profissionais que acabaram de se formar e ainda não têm muita experiência para relatar. Outro é o de quem está tentando fazer uma transição de carreira. Nesse caso, possivelmente seja mais interessante falar sobre sua capacidade de gerenciar projetos antes de relatar sua experiência como assistente executivo, por exemplo.

O que é um currículo por competências

De acordo com Amy, o currículo por competência foca algumas competências que você adquiriu e alguns aspectos específicos de sua experiência, que são mais adequados ao trabalho que você está tentando conseguir. Essas são as principais diferenças entre esse tipo de currículo e o cronológico ou reverso-cronológico, que é tipo mais comum, que enfatiza basicamente seu histórico profissional, com cargos, datas e empresas.

O currículo por competências cita os empregos que você já teve, mas na parte inferior da página. Dessa forma, ao tirar o foco dos seus cargos anteriores, você pode destacar experiências e competências de todas as facetas de sua vida, fornecendo uma visão mais abrangente de suas habilidades.

Para quem esse formato de cv é ideal

Confira se você se encaixa em uma dessas situações em que o currículo por competências pode ser o mais indicado:

– Você tem vários cargos de curto prazo, estágios ou atribuições temporárias, em vez de um histórico de trabalho de longo prazo;

– Existem lacunas significativas em seu histórico de trabalho, normalmente de um ano ou mais;

– Você está tentando mudar de carreira ou de setores e seus títulos de trabalho anteriores não se relacionam com seu novo objetivo;

– Você quer fazer da sua paixão o seu emprego em tempo integral e toda a sua experiência relacionada a ele vem de voluntariado ou hobby;

– Você está começando a carreira e tem pouca (ou nenhuma) experiência profissional.; embarcando em sua carreira e não tem muita experiência de trabalho (ou nenhuma!).

– Você ocupou muitos cargos semelhantes e listar todos parece redundante.

Como criar um currículo por competências

  1.       Defina suas competências

Primeiramente, defina qual o trabalho que você quer conseguir. O próprio anúncio de vaga (ou job description, como também é bastante chamado) pode indicar quais são as competências mais importantes para se candidatar a ele. A partir daí, você pode definir quais das suas competências serão destacadas no “Resumo de competências” do seu currículo. A dica é escolher três ou quatro conjuntos de competências Escolha de três a quatro e apoie cada competência com realizações ou experiências específicas que você teve. Comunicação, liderança e gerenciamento de projetos, por exemplo, são competências frequentemente usadas. Dependendo do seu objetivo, você pode ser mais específico.

  1.       Organize o conteúdo em tópicos

Depois de determinar suas competências, justifique cada uma com suas experiências. Como você desenvolveu essa competência? Não se preocupe em relatar os cargos que ocupou e as empresas por que passou. O importante é relacionar conquistas e resultados específicos.

Também é importante ajustar as palavras de acordo com seu objetivo. Por exemplo, se você trabalhou no setor de assistência médica, mas está tentando entrar em vendas, substitua a palavra “paciente” pela palavra “cliente” ou “cliente”.

  1.       Inclua um pequeno histórico profissional

Depois das competências, você pode relatar de forma curta seu histórico profissional, incluindo apenas nome da empresa, cargo, datas de emprego e cidade. Também vale incluir trabalho voluntário e estágio nessa seção.

  1.       O que colocar em “extras”

Por fim, nesta seção você pode considerar dados como:

Formação

Afiliações profissionais

Testemunhos de referências profissionais

Projetos concluídos

Cursos de desenvolvimento profissional ou educação continuada

Envolvimento da comunidade

Artigos publicados

No currículo por competências você deve continuar tendo em mente que é preciso ser conciso e não deixar o documento ultrapassar uma página. Boa sorte!

Cadastre seu currículo no VAGAS.com.br e aproveite inúmeras oportunidades de emprego. Se você já tem um cadastro, atualize-o aqui.