Home > Dicas > Respirar e analisar aliviam o estresse do dia a dia

Respirar e analisar aliviam o estresse do dia a dia

Dicas para manter a calma e não fazer tempestade em copo d'água

por Fernanda Bottoni*

O mundo corporativo é um terreno fértil para o estresse. Como explica José Roberto Leite, psicólogo da Unifesp, a ameaça de uma demissão, as competições desleais e não muito declaradas entre colegas, um chefe opressor, exigências muitas vezes exageradas são fatores que podem elevar muito o grau de estresse de uma pessoa.

“Diante de suposições desse tipo, a pessoa cria uma série de imagens mentais como ‘vou ficar sem dinheiro’, ‘eles acham que sou ineficiente’, que acabam prejudicando a saúde”, explica José Roberto. “Além de úlceras, pressão elevada, complicações cardiovasculares, o estresse laboral também é responsável por muitos casos de depressão e dependência de drogas.”

Sintomas do estresse

Um alto grau de estresse, segundo ele, normalmente começa com irritabilidade, distração e perda de atenção. “A pessoa fica alternando diversos pensamentos e, como recebe muitos estímulos ao mesmo tempo, acaba se irritando por qualquer motivo”, explica.

Sintomas fisiológicos como dor de cabeça constante, problemas gastrointestinais, alteração de funcionamento de intestino, dor no corpo etc também são preocupantes. “Quem percebe tudo isso pode saber que está vivenciando uma situação de alerta”, afirma. Nesse caso, é preciso buscar algum recurso para lidar com essa situação.

Como combater o estresse?

Para começar, o especialista tem duas dicas básicas: respirar e analisar. Isso mesmo – e não é forma de dizer.  Segundo José Roberto, o primeiro passo para afastar o estresse é respirar de forma abdominal e manter a atenção na entrada e na saída do ar. “Quando você consegue manter o foco na respiração abdominal, começa a estabelecer alternativas de pensamento para situações desconfortáveis”, explica o especialista. “Quando você encontra alternativas mais lógicas para analisar uma situação, o estressor perde a força.”

Isso ocorre porque esses dois passos ajudam a perceber erros lógicos que todo mundo comete quando analisa uma situação estressante do dia a dia. “Você acha que seu chefe tem olhado feio para você, mas o que de fato isso significa?”, questiona ele. “Muitas vezes fazemos aquela famosa tempestade em copo d’água por achar que alguém olhou feio para nós quando, na verdade, a pessoa nem estava nos vendo.”

Embora respirar e analisar possam parecer dois passos muito simples, o especialista afirma que nem todo mundo aprende a se concentrar dessa forma sozinho. “Às vezes é preciso buscar a ajuda de um profissional sério”, afirma. Não custa nada tentar, não é?

 

Cadastre seu currículo no VAGAS.com.br e aproveite inúmeras oportunidades de emprego. Se você já tem um cadastro, atualize-o aqui.

 

*Fernanda Bottoni é jornalista e escreve sobre carreira e mercado de trabalho há 15 anos.