Home > Dicas > 3 tópicos do currículo que não podem faltar

3 tópicos do currículo que não podem faltar

por João Xavier*

Alguns tópicos do currículo são indispensáveis para qualquer processo de recolocação profissional. Afinal, o currículo deve funcionar como os anúncios funcionam para o marketing. Deve ser atrativo com conteúdo estrategicamente organizado.

Tudo começa com uma vaga, e uma vaga nada mais é do que um lugar ou uma posição que precisa ser ocupada. Quanto mais se conhece o “vazio” desse espaço, mais assertiva é a busca pelo seu conteúdo. Entender os “vazios” de uma vaga significa saber que atribuições, responsabilidades, atividades e conhecimento são necessários para preenchê-la.

E o currículo vale exatamente para mostrar que você é um bom candidato para assumir o cargo em questão. Para isso, três tópicos não podem faltar. Confira.

Três tópicos indispensáveis para o currículo 

1. Objetivo ou área de atuação

O objetivo deve ser a própria nomenclatura do cargo. Quanto mais específico, melhor. Claro que há casos em que a nomenclatura não faz muito sentido. Por exemplo, o cargo de vendedor assumiu outras formas como consultor de vendas ou gerente comercial. Isso não quer dizer que o profissional realmente oferece consultoria de vendas ou gerencia o departamento. Portanto, há casos em que o mais indicado seria colocar a área de atuação em vez do cargo. Neste exemplo, “vendas”. Veja como descrever seu objetivo profissional no link.

2. Segmentos em que atuou

A segunda informação mais importante em um currículo se refere aos segmentos em que o profissional atuou. Afinal, essa experiência indica muita coisa a respeito dos conhecimentos e habilidades necessários à vaga. Cada setor tem suas características próprias e alguém que já tenha desempenhado funções em cada um carregará consigo essa vivência. Esses dados podem estar distribuídos pela “Experiência profissional” ou sintetizados no “Resumo profissional”. Só não podem faltar.

3. Formação acadêmica

A terceira informação importante em um currículo é a formação. Ela também ajuda a predizer habilidades e conhecimentos de um profissional. No link você pode ver como valorizar sua formação no currículo.

Portanto, devemos nos preocupar em apresentar de forma clara e visível para os recrutadores nosso Cargo (e/ou área de atuação), segmento e formação, pois essas são as principais peças desse “brinquedo” de encaixar, que mais se parece com um grande quebra-cabeças em 3D.

Cadastre seu currículo no VAGAS.com.br e aproveite inúmeras oportunidades de emprego. Se você já tem um cadastro, atualize-o aqui.

*João Xavier é diretor-geral da empresa de recrutamento Ricardo Xavier.