Home > Dicas > Por que, por quê, porque ou porquê?

Por que, por quê, porque ou porquê?

12por Felipe Martins

Vai participar de algum processo seletivo e tem dúvidas de Português? Conhecer bem a ortografia da nossa língua vai ser um diferencial na sua participação. As empresas prezam pela boa comunicação e pela boa ortografia.

Entretanto, muitas pessoas nem percebem que cometem erros de ortografia.

Por isso, vamos a uma dica importante e que muitas pessoas ficam em dúvida: as quatro formas do “porquê”.

Porquê (substantivo)

Esta forma é empregada no sentido de “motivo”, “razão”. Ela vem acompanhada de algum artigo, adjetivo, pronome ou numeral. Vamos a alguns exemplos:

  • O porquê disto ter acontecido é sigiloso.
  • Quero que fale um porquê de ir à festa.

Porque (conjunção causal ou conjunção explicativa)

Você pode usar esta forma com sentido de “explicação”, “finalidade”, “causa”. Alguns exemplos:

  • Não quero comer macarrão porque não gosto.
  • Não brinque com fogo porque poderá se queimar.

Por quê

Quando for escrito antes de algum ponto (final, interrogativo, exclamação). Aos exemplos:

  • Eles não vão acompanhados? Por quê?
  • Começar às 18h, por quê? Comecemos às 17h!

Por que

Esta forma acontece em duas diferentes maneiras:

1. Preposição “por” e pronome interrogativo ou indefinido “que”. O sentido será de “por qual razão” ou “por qual motivo”. Exemplos:

  • Por que ele veste este tipo de roupa?
  • Queria saber por que ele não quer ir.

2. Preposição “por” e pronome relativo “que”. O sentido passará a ser de “pelo qual”. Exemplos:

  • Sei bem por que motivo permaneci neste lugar.
  • Sabemos bem por que motivo fizeram aquilo.

Agora não tem mais como errar!