Home > Dicas > Pesquisa alerta: tome cuidado com o chefe!

Pesquisa alerta: tome cuidado com o chefe!

Pesquisa mostra que 54% das sabotagens têm os superiores como protagonistas

Você sabe de onde vem mais da metade das puxadas de tapete corporativas? Dos chefes! Pode acreditar. Uma pesquisa realizada pela VAGAS.com com mais de 3,8 mil profissionais mostrou que 54% das sabotagens têm os superiores como protagonistas. Ou seja, tome cuidado com o chefe, especialmente porque ninguém (ou quase ninguém) pode escolher quem quer ter nesse posto. Se você faz parte dessa ampla maioria, dê uma olhada nas dicas do coach Sílvio Celestino, sócio-fundador da Alliance Coaching, para se prevenir contra esse tipo de investida.

7 dicas para tomar cuidado com o chefe

1. Ninguém pode ser ingênuo no mundo corporativo. Essa é a primeira regra do jogo. Por isso, a dica é não acreditar em todo mundo e nem em tudo o que as pessoas dizem;

2. Avalie o seu chefe. Não estamos falando de avaliação formal, claro, mas daquela que você faz com você mesmo, criteriosamente, para se certificar do caráter e das intenções dele. “Analise suas atitudes para conhecer sua índole e, se necessário, se proteger contra qualquer tentativa de sabotagem”, recomenda Celestino;

3. Diferencie um chefe inseguro de um chefe de má índole. Um chefe inseguro pode tomar as suas ideias para ele, por exemplo, por ter medo de perder o cargo para você ou para qualquer outro subordinado. “Ele não faz isso com o objetivo direto de prejudicar alguém, ele quer apenas se favorecer”, diz o especialista. Já um chefe de má índole não necessariamente é inseguro ou despreparado, mas age, sim, para prejudicar os que estão à sua volta. É esse o tipo mais perigoso;

4. Se você desconfia que seu chefe seja apenas inseguro, você pode conviver com ele tomando alguns cuidados. Para que ele não tire os seus créditos de um projeto ou de uma ideia sensacional que você teve, por exemplo, uma dica básica e eficiente é enviar para ele relatórios apenas em formato PDF. “Evite enviar qualquer documento em PowerPoint (.ppt) ou texto (.docx) porque esses formatos podem ser facilmente alterados e seu nome pode sumir de uma hora para outra”, afirma o coach;

5. Para quem tem um chefe de má índole, a dica é ficar atento o tempo todo e, se possível, buscar uma transferência. O perigo de uma sabotagem é iminente. “Se você lida com pessoas assim precisa construir uma boa reputação na empresa para que todos saibam que você é correto e joga pelas regras do jogo”, diz o coach. “É a melhor forma de estar protegido se ele jogar baixo”;

6. Tenha em mente que fazer acordos informais com pessoas não confiáveis é um tiro no pé. “O melhor é evitar”, diz Celestino. Se não houver jeito, a dica é formalizar por e-mail, por exemplo, o que foi combinado verbalmente. “Se a situação for muito complicada, pode ser o caso de copiar alguém no e-mail para ter uma testemunha do que está sendo acordado”, afirma. Nesse caso, é importante colocar na balança o quanto isso vai irritar o seu chefe versus o quanto é importante documentar o acordo e ter testemunhas;

7. Por fim, para se proteger de uma puxada de tapete do seu chefe direto – seja qual for a intenção dele – você pode se aproximar de pessoas que estejam dois ou três níveis acima de você (e, consequentemente, do seu chefe também). “Aproveite momentos de informalidade para interagir, conversar e se fazer conhecer”, recomenda o coach. Se você tiver alguma proximidade com o superior do seu chefe é bem possível que ele pense duas vezes antes de fazer algo contra você.

 

Cadastre seu currículo no VAGAS.com.br e aproveite inúmeras oportunidades de emprego. Se você já tem um cadastro, atualize-o aqui.