Home > Dicas > Dicas para quem quer trabalhar com turismo

Dicas para quem quer trabalhar com turismo

Por Lucia Helena Corrêa

Além dos cursos regionalizados promovidos pela ABIH (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis), para formar gestores e recepcionistas, quem quiser investir na carreira profissional ligada ao turismo, ligado a uma agência ou operadora de viagem, tem a opção de consultar Proagência (Programa de Desenvolvimento Setorial em Agenciamento e Operações Turísticas), realização da seção paulista da Abav (Associação Brasileira de Agências de Viagens).

O Proagência é dirigido às micro e pequenas agências de viagens e turismo, bem como aos funcionários e gestores que empregam. De enorme capilaridade, alcança todos os estados brasileiros e o Distrito Federal.

“A intenção é garantir quadros capacitados para receber os grandes eventos que o país deverá sediar – a Copa de 2014 e as Olimpíadas, em 2016. Momento em que o recrutamento, seleção, contratação e retenção de funcionários será ainda mais desafiadora no turismo receptivo”, prevê Raquel Patti, responsável pelo planejamento e coordenação dos cursos promovidos pela entidade.

A experiência pioneira desenvolvida pela Abav-SP, em âmbito estadual, inspirou a Abracorp (Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas), que, no ano passado, adaptou o projeto ao segmento de viagens corporativas. Para isso, contou com a infraestrutura logística e instrutores qualificados da Abav-SP, além do suporte da Jural Consultoria para a contratação dos profissionais e gestão das pessoas envolvidas.

Os cursos são desenhados sob medida para estudantes de turismo de nível técnico ou superior. A primeira etapa compreende prova eliminatória de conhecimentos em Geografia, Raciocínio Lógico, Redação e Inglês. A segunda inclui dinâmicas de grupo e entrevistas individuais com consultores que identificam os principais pontos positivos e negativos de cada um. Depois disso, os candidatos mais adequados às vagas são selecionados e, por fim, elaborados os relatórios a serem enviados para as agências de viagem.

“O processo seletivo dura 30 dias e é bastante democrático: a divulgação se faz no ambiente das universidades e colégios técnicos que tenham o curso de Turismo na grade, sem que haja qualquer tipo de prioridade quanto à escolha do estabelecimento de ensino. Entretanto, o que percebemos ao longo do tempo é que existe elevada aderência de estudantes do curso técnico às necessidades das agências de viagens”, conta Raquel.

O Programa de Capacitação de Profissionais garante o preparo de colaboradores com perfil comportamental que responde às expectativas do setor de viagens e turismo, por um custo inferior ao que as agências teriam se o fizessem individualmente.

“Além disso, seleciona pessoas, de fato, com potencial e real interesse na área, ajudando a reduzir a competição entre as empresas por pessoas qualificadas e experientes e, sem maiores ônus para a folha de pagamento. Trata-se, ainda, de uma ação social, se considerarmos que algumas dessas pessoas talvez não tivessem oportunidade de ser inseridas no mercado”, valoriza Raquel. Os treinamentos, que têm duração de 17 dias, são ministrados na sede da entidade, no centro da cidade de São Paulo.

Os perfis profissionais

A seção paulista da Abav (Associação Brasileira de Agências de Viagens) define algumas das principais funções nas agências e operadoras de viagem.

Diretor-gerente: Executivo encarregado de definir a estrutura organizacional.

Auxiliar administrativo: Operação de caixa, serviços financeiros e administrativos, gestão das contas a pagar e receber, controlando o fluxo de caixa.

Promotor de viagem: Promove produtos e serviços turísticos, avalia diversas técnicas de comunicação e opções de mídia, seleciona a maneira mais efetiva para levar informação ao público-alvo.

Executivo de contas corporativas: Cuida da oferta turística, seleciona e sugere produtos e serviços, dando suporte ao cliente no esclarecimento de dúvidas. Monitora monitora o grau de satisfação.

Assistente de marketing: Divulga serviços e produtos de turismo com ferramentas que aprofundem o conhecimento do perfil de consumo.

Agente de viagem: Vende produtos e serviços turísticos e assessora o cliente a respeito dos destinos, serviços, produtos, tarifas, taxas, prazos e validade.

Consultor de viagem: Presta consultoria de viagens ao cliente. Tem profundo conhecimento dos pacotes turísticos comercializados e nas singularidades do cliente para oferecer soluções adequadas.

Atendente: Apoia e operacionaliza venda de produtos turísticos.

Confira também como vai o Turismo no Brasil