Home > Dicas > Como mudar de carreira?

Como mudar de carreira?

7 recomendações que podem facilitar a sua transição entre áreas


Mudar nunca é fácil. Quando falamos em mudar de carreira, o grau de dificuldade pode ser ainda mais alto. Mas não é por isso que você está condenado a ficar aí parado! Embora a transição de carreira seja um movimento complexo, você pode tentar fazer isso seguindo as seguintes recomendações do especialista Silvio Celestino.

Recomendações para mudar de carreira

1. Faça uma reserva financeira

A primeira coisa a avaliar, diz Silvio, é que muito possivelmente você voltará a ser um profissional nível júnior quando decidir mudar de carreira. “Você provavelmente terá um cargo menor e, consequentemente, terá um menor salário.”

Por isso, é preciso que você faça uma reserva financeira antes de entrar de cabeça nessa transição. Principalmente se pessoas dependam financeiramente de você, como filhos, pais etc. Silvio recomenda que você faça essa reserva por dois ou três anos, mais ou menos, para enfrentar com mais tranquilidade a fase de mudança propriamente dita.

2. Entenda o mercado de trabalho

Antes de mudar de carreira, também é preciso que você estude o mercado de trabalho. Entenda as possibilidades reais que a nova área oferece. “Não basta apenas gostar do que você faz. Isto é amplamente divulgado, mas a realidade é outra. É preciso focar alguma coisa que você goste, claro, mas também que tenha mercado, que tenha público”, afirma Silvio.

3. Converse com alguém que já fez a mudança

É muito importante procurar um profissional que tenha feito a mesma transição de carreira que você está pensando em fazer. “Se não encontrar alguém assim, converse com um profissional da área que você quer seguir”, recomenda Silvio. Segundo ele, é essa pessoa que tem mais possibilidade de dizer quais os melhores caminhos para essa mudança. “Ter um mentor que possa orientar sua carreira é sempre muito bom para evitar alguns erros.”

4. Aprenda muito

Em uma mudança de carreira também é muito importante buscar o máximo de conhecimento no menor tempo possível. “Assim, você conseguirá ser visto novamente como um profissional pleno ou até sênior em um menor prazo.”

Você pode investir em pós-graduação na área em que você quer trabalhar. “Isso ajuda em dois pontos: adquirir conhecimento e construir uma rede de relacionamentos.”

5. Faça networking

A rede de contatos também é uma questão delicada nesse momento. “Provavelmente, os relacionamentos profissionais que você tem na antiga carreira não saberão como ajudar no seu novo desafio”, afirma Silvio. O que isso quer dizer? Exatamente o que parece, você terá que fazer novo networking.

6. Cuide da saúde

Outra recomendação é cuidar muito bem da sua saúde. É isso mesmo. “Você não sabe quanto tempo vai levar para ter alguma estabilidade e um bom rendimento novamente. Isso demanda muita energia física, mental e emocional, então, se precisar de apoio, não demore para buscar ajuda, seja de um médico ou de um psicólogo”, sugere Silvio.

7. Tenha certeza

Por fim, decida mudar de área se você tiver certeza absoluta de que é isso que você quer, de que você é capaz de trabalhar dessa forma e, de fato, deixar para trás a área anterior. A palavra que deve acompanhar essa mudança é “perseverança”. Muita coisa pode dar errado, mas, se você estiver certo da decisão, muita coisa também tende a dar certo!

 

Cadastre seu currículo no VAGAS.com.br e aproveite inúmeras oportunidades de emprego. Se você já tem um cadastro, atualize-o aqui.