Home > Dicas > Como fazer currículo para conseguir estágio

Como fazer currículo para conseguir estágio

Confira o passo a passo para fazer um cv eficiente e objetivo para chamar a atenção do recrutador

Você pode criar um currículo para estágio muito eficiente para chamar a atenção do recrutador mesmo sem ter experiência profissional para relatar. Não sabe por onde começar? Tenho algumas dicas que podem ajudar. Vamos lá!

Como fazer um currículo para estágio eficiente

1 – Estude e repita as palavras-chave dos anúncios

Em primeiro lugar, tente descobrir o que seu potencial empregador pode estar procurando. Você quer um estágio em marketing? Faça uma busca por esse termo em vagas.com.br. Observe os anúncios e veja quais requisitos você preenche. A dica é destacar esses requisitos na hora de preencher seu currículo online da mesma forma que eles estão descritos nos anúncios. Essas “palavras-chave” vão facilitar o trabalho dos robôs que fazem a pré-seleção de candidatos. Exemplos: Graduação em Marketing ou Publicidade e Propaganda; Conhecimento desejável em: excel, word, ppt; Inglês avançado.

2 – Comece pelas suas informações pessoais

Nada além de nome, nacionalidade, estado civil, idade, endereço e formas de contato (telefone e email).

3 – Objetivo profissional

É a palavra-chave que você colocou na busca do vagas.com.br. No exemplo que dei lá em cima, “estágio em marketing”. Escreva o termo exatamente como aparece nos anúncios para ser encontrado pelos robôs.

4 – Dê destaque para sua formação

Para um estudante, a formação é o principal ativo do currículo. Por isso, coloque a “formação acadêmica” no topo do documento, descrevendo nome do curso (como é descrito nos anúncios, lembra da palavra-chave?), escola e ano de conclusão (ou previsão de conclusão).

5 – Idiomas

A informação é simples: idioma e nível de conhecimento. Inglês avançado, alemão intermediário, espanhol fluente/nativo. Se tiver certificação com a nomenclatura A1, A2, B1, B2, C1, C2, melhor. Ou seja, inglês avançado (C1), alemão intermediário (B2), espanhol fluente/nativo (C2).

6 – Cursos extras

Você participou de um seminário ou um curso livre ligado a sua área de interesse? Aqui é o lugar de dizer isso.

7 – Informações adicionais

Agora é hora de relatar todo tipo de experiência que você tiver. Isso inclui participação em projetos especiais, iniciação científica, empresa júnior, intercâmbio. Vale a pena listar suas responsabilidades em cada atividade e também as conquistas que alcançou.

8 – Seja objetivo

Por fim, a dica é não se alongar demais no currículo. Faça com que ele seja curto e consistente. A ideia é que o currículo fale por você e mostre seu potencial ao recrutador, sem ser cansativo para ele.

Pode parecer que o documento está pobre, mas é assim que todo mundo começa. Se você cumprir os requisitos dos anúncios, tem grandes chances de ser selecionado para a próxima etapa do processo, que pode ser uma dinâmica de grupo ou uma entrevista. Agora, se você perceber que alguma coisa importante está faltando (o inglês avançado, por exemplo), é mais urgente correr atrás desse conhecimento do que tentar driblar o “robô recrutador” com uma informação imprecisa. Ok? Boa sorte e bem-vindo ao mercado de trabalho! 😉

Cadastre seu currículo no VAGAS.com.br e aproveite inúmeras oportunidades de emprego. Se você já tem um cadastro, atualize-o aqui.