Home > Dicas > Como atualizar o currículo em três passos

Como atualizar o currículo em três passos

Manter documento atualizado é essencial para conquistar uma vaga

por Fabíola Lago

Fez um novo curso? Terminou a graduação? Foi promovido no emprego? Você pode nem desconfiar, mas cada vez que você dá um passo na sua carreira é imprescindível que você pare para pensar como atualizar o currículo, especialmente no VAGAS.com.br.

O motivo é simples: quando as empresas utilizam ferramentas de Recrutamento & Seleção, como o VAGAS e-partner, os profissionais de RH colocam como um dos critérios currículos atualizados nos últimos seis meses. E se você não mexeu uma vírgula nos últimos sete meses, está fora da triagem. Já imaginou? Quantas oportunidades de empregos você pode perder por falta de atenção com seu currículo?

Diferente dos currículos impressos, nos currículos online, quanto mais informações você colocar, maiores serão suas chances. Então é preciso caprichar e tornar a atualização uma rotina. Confira algumas dicas para atualizar o currículo e vá bem nos processos seletivos.

Como atualizar o currículo de um jeito rápido e eficiente

1. Seja claro no “objetivo profissional”

O campo “objetivo profissional” dos currículos eletrônicos certamente é um dos mais importantes na triagem. É a partir do cargo, da função, que as ferramentas de triagem vão “levar” seu currículo até os recrutadores para a vaga. Algumas pessoas – bem intencionadas, certamente – colocam frases como “ser feliz”, “crescer na empresa”, “engajamento”, perdendo completamente a chance de concorrer a uma oportunidade de emprego. Seja objetivo e consistente. Por exemplo:

  • “Auxiliar administrativo, recepcionista”;
  • “Gerente de logística, especialista em logística”;
  • “Analista de marketing, publicitário”.

Imagine que alguém coloque “advogado, dogwalker”, ou seja, funções não relacionadas… Vai ficar difícil um recrutador que chegue até este candidato.

2. Valorize sua experiência

Muitas pessoas que ainda não tiveram seu primeiro emprego formal com carteira assinada ou possuem pouca experiência dizem não ter o que colocar no currículo. Será mesmo? Experiências profissionais, mesmo que informais, em período de férias, nunca deixam de ser uma experiência relevante.

Bolsistas de iniciação científica, participação em empresas juniores na faculdade, participação em ações voluntárias são requisitos que muito agradam as empresas. Eles também demonstram boa iniciativa, proatividade e bom relacionamento para trabalhos em equipes.

3. Não tenha e-mail bizarro!

Imagine que você está selecionando um profissional para trabalhar na recepção de uma grande empresa. E de repente o contato é pekenagostosa@exemplo.com. Na boa, você contrataria? Ou um auxiliar administrativo, cursando a faculdade com garanhao2010@exemplo.com de e-mail. Fica difícil convencer um profissional de RH que você é uma pessoa séria. Então reveja seus contatos das mídias sociais e do e-mail para não ser excluído na primeira leitura do seu currículo.

 

Cadastre seu currículo no VAGAS.com.br e aproveite inúmeras oportunidades de emprego. Se você já tem um cadastro, atualize-o aqui.