Home > Dicas > Aproveitando melhor o seu potencial

Aproveitando melhor o seu potencial

Confira dicas que vão ajudar você a utilizar ao máximo seu perfil profissional

por Michelle Weiser*

Ao longo da nossa trajetória, exploramos nossas habilidades em diversas situações do dia a dia. Assim, com o passar do tempo, nossas competências vão sendo desenvolvidas e moldadas, nos tornamos profissionais mais maduros. Cada desafio agrega pontos nessa maturidade e o nosso potencial aumenta cada vez mais.

Sem consciência total do potencial

O que ocorre é que, apesar de nos julgarmos cientes da nossa capacidade, constantemente nos superestimamos ou, o que é mais comum, nos subestimamos. Não temos total consciência do nosso potencial e isso pode fazer com que percamos oportunidades ou aproveitemos chances incompatíveis com o nosso perfil profissional.

Como evitar que isso aconteça?

  • “Quero um maior salário. Será que vale aceitar uma proposta generosa de promoção para dois cargos acima, sendo que nunca liderei uma equipe?”
  • “Devo mudar de cidade para alavancar a carreira em uma oportunidade única, mesmo sentindo que tenho mais a fazer na minha posição atual?”
  • “Tenho uma chance de propor um projeto bacana, mas não sei se consigo garantir a eficácia da solução proposta. Devo seguir em frente mesmo assim?”
  • “Estou insatisfeito. Devo sair da empresa atual para ganhar o mesmo em uma empresa diferente?”

Os exemplos acima trazem dilemas da vida profissional e nem sempre implicam em soluções simples, com uma resposta certa e uma errada. Depende muito de cada pessoa, de cada momento e situação.

É possível, no entanto, tomar decisões mais acertadas ao minimizar as chances de erro e aumentar as chances de acerto. Para isso, precisamos saber do nosso tamanho e do nosso potencial como profissionais, evitando frustrações.

4 dicas para maximizar acertos

1. Invista em autoconhecimento

É necessário conhecermos nossas forças e fraquezas, saber do que gostamos e não gostamos, o que aceitamos e o que é inaceitável. Dessa forma, é possível traçar mais claramente possibilidades e limites, além de esboçar o que é felicidade para nós – o que nos fará identificar oportunidades e ciladas mais facilmente.

Hoje em dia os profissionais são mais flexíveis e as empresas estão, cada vez mais, se adequando a essa realidade. Precisamos saber aceitar nossas qualidades e defeitos, não tendo medo da autenticidade e da fuga dos padrões! Precisamos saber quem somos, o que queremos e o que temos a oferecer.

2. Anote suas conquistas e realizações

Precisamos saber da nossa capacidade de realização. O que já conquistei em minha trajetória profissional? Que projetos concluí? Que volume de negócios gerei? Que erros cometi? Quem influenciei? Faça essa análise e anote tudo. Precisamos focar em resultados. O mercado de trabalho gosta de números e dados, pois com isso é possível mensurar o tamanho de profissional que somos.

3. Saia da zona de conforto

Autoconhecimento é bom, mas a tendência é desenharmos os limites e permanecermos na zona de conforto fazendo o que gostamos ou o que já sabemos fazer, interagindo com pessoas com as quais temos mais afinidade. Para crescermos é preciso romper esses limites, pouco a pouco. Aprender coisas novas, entrar em novos projetos, despertar habilidades.

4. Proponha desafios a si mesmo

Podemos animar nossa rotina e impulsionar nosso crescimento com alguns desafios diários. Ainda não surgiu a oportunidade de tocar um projeto seu? Proponha um projeto e, se não houver espaço na empresa, tente algo no trabalho voluntário, por exemplo. Nunca geriu pessoas? Experimente dedicar um tempo a ensinar algo ao seu irmão mais novo ou a um colega. Coloque prazos e analise os resultados. Se falhar, tente de novo. Se der certo, comemore.

É preciso se conhecer

Observe seu desempenho em determinadas tarefas, analise seus sentimentos perante situações e pessoas, converse com quem convive com você para coletar percepções sobre sua atuação. Não tenha medo de se conhecer. Quando temos ciência do que somos capazes, podemos nos desafiar “na medida”, tirando o máximo proveito do nosso potencial ao aproveitar as oportunidades.

Estimule-se sempre a ir mais longe, a se aprofundar e a abrir novas portas. Dê sempre o seu melhor e foque no melhor aproveitamento das suas forças. Tem um ditado que diz que as pessoas superestimam o que podem fazer em um ano e subestimam o que podem fazer em 10 anos. Será que é assim com você?

Cadastre seu currículo no VAGAS.com.br e aproveite inúmeras oportunidades de emprego. Se você já tem um cadastro, atualize-o aqui.

 

*Graduada em Relações Públicas pela Cásper Líbero, com extensão em Planejamento e Gestão de Marketing pela ESPM e experiências nas áreas de Comunicação, Marketing, Vendas e Eventos. Amante de bons livros e revistas, fã de séries, aspirante a ciclista na cidade e apaixonada por uma boa história ou conversa. Entusiasta da era do compartilhamento e crente do poder da gentileza em um mundo cada vez mais imediatista.