Home > Dicas > Aprenda a fazer carta de apresentação para recolocação

Aprenda a fazer carta de apresentação para recolocação

Entenda o que é, para que serve e o que deve conter este documento

por João Xavier*

A carta de apresentação para recolocação era indispensável quando a maioria das candidaturas ocorriam por meio de um currículo impresso.

Hoje em dia, é muito comum que as cartas de apresentação sejam enviadas no corpo das mensagens de e-mails, por redes sociais e aplicativos. Sites de emprego também oferecem um campo específico para essa finalidade.

Seja de forma impressa ou digital, a carta de apresentação ainda é uma ferramenta extremamente importante para quem busca recolocação. É ela quem pode definir rapidamente se o seu currículo será – ou não – lido pelo recrutador.

Como fazer uma carta de apresentação para recolocação

Por serem basicamente um convite à leitura do currículo, as cartas de apresentação para recolocação devem apresentar um resumo objetivo e atrativo do que você é e do que você já fez. A ideia é instigar a leitura do conteúdo completo.

O que a carta de apresentação para recolocação precisa conter

Há três itens que não podem faltar na carta de apresentação de quem está em busca de recolocação. São eles:

  • Objetivo
    Deixe claro o cargo pretendido e/ou a sua área de atuação;
  • Formação
    Diga qual é o seu segmento, setor, área de atuação;
  • Motivação da candidatura (ou apresentação)
    Explique por que você está se candidatando à vaga e de que forma você pode ser interessante para a empresa.

Para entender melhor, podemos usar o meu exemplo como modelo de carta de apresentação para recolocação. Aqui está:

Prezado Recrutador,
Gostaria de me apresentar para a vaga de Diretor de Recursos Humanos anunciada pela sua empresa.
Possuo especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e atuo há mais de 10 anos em consultorias de RH. Tenho certeza que posso contribuir com o desenvolvimento da (nome da empresa).
Estou à disposição para maiores informações sobre meu perfil profissional.
Atenciosamente,
João Xavier

Importante: a carta de apresentação não precisa conter pedidos de desculpas ou elogios. Pode dispensar frases do tipo “desculpe incomodá-lo”, “tomei a liberdade”, “essa conceituada empresa”. Lembre-se de que você não está pedindo nada a ninguém. Está simplesmente se apresentando para uma vaga ou uma empresa – um processo bastante natural para o mercado de trabalho. É algo a que recrutadores e profissionais de recursos humanos estão bastante acostumados.

Agora que as dicas estão fresquinhas na sua cabeça, o que acha de se concentrar alguns minutos para criar a melhor carta de apresentação que você já escreveu? Boa sorte!

Cadastre seu currículo no VAGAS.com.br e aproveite inúmeras oportunidades de emprego. Se você já tem um cadastro, atualize-o aqui.

*João Xavier é diretor-geral da empresa de recrutamento Ricardo Xavier.