Home > Dicas > 8 sinais de que você pode estar sofrendo da síndrome de burnout

8 sinais de que você pode estar sofrendo da síndrome de burnout

Veja como reconhecer alguns sintomas para tentar reverter a situação antes de chegar ao esgotamento total

Você sabe o que é síndrome de burnout? Imagine que você está desenvolvendo um trabalho desafiador. Você se sente entusiasmado, cheio de criatividade e satisfeito por alcançar resultados tão bons.

No meio de todos esses sentimentos, você sabe, no fundo, que esse trabalho também é esmagador. São vários desafios e inúmeros problemas que vão surgindo ao longo do caminho. Você acumula tarefas, é pressionado e cobrado por todos os lados. Você não tem horário certo para nada – nem para comer, nem para dormir ou ver a família.

É nesse cenário que ela aparece.  A Síndrome de Burnout é uma espécie de esgotamento profissional, que vem de um período prolongado de estresse. É como se você sentisse um cansaço sem fim, uma falta total de energia. A motivação que você sentia dá lugar à irritação. Você não consegue se concentrar em nada, sente-se desanimado e fracassado.

Para saber se você está perto disso, confira as dicas do Forbes Coaches Council e fique bastante atento.

Como saber se você está sofrendo da síndrome de burnout

  1. Você evita conversas difíceis

Fugir de conversas mais complicadas é um sintoma sutil de burnout que, com o tempo, pode se tornar bastante óbvio. É claro que muita gente faz isso mesmo sem ter a síndrome, mas é preciso ficar atento aos motivos que levam a essa fuga. Um comportamento de alerta é não concluir tarefas ou não assumir compromissos que possam levar a mais reconhecimento e aumento de responsabilidade.

  1. Você não consegue se concentrar

Se você olha para a tela do computador durante o dia todo e não consegue manter o foco para produzir qualquer coisa é bom ficar atento. Você pode estar começando a se sentir esgotado. É hora de mudar sua rotina. Uma dica é começar algum exercício físico ou iniciar um velho projeto pessoal que você tenha guardado na gaveta. A meta é buscar energias positivas.

  1. Você evita interagir com outras pessoas

Atenção: se você não sente vontade de participar de reuniões, atender telefone, conversar qualquer bobagem na hora do café ou até mesmo sair da sua mesa, possivelmente você esteja perto do esgotamento total. Segundo os especialistas, burnout é comumente encontrado em profissões de serviços humanos, porque as interações humanas exigem energia e engajamento, não importa se você é um introvertido ou extrovertido. Para evitar o esgotamento social, a dica é estabelecer uma rotina com autocuidado, exercícios, meditação e alimentação saudável.

  1. Você assume uma máscara

Um indicador claro de que o burnout está próximo é você deixar de ser autêntico. É como se você usasse uma máscara de que “está tudo ok” e se escondesse atrás dela. Se isso estiver acontecendo, é hora de parar para avaliar a situação. Se não for possível conversar abertamente com chefe e equipe, faça uma auto-reflexão. Faça uma lista dos seus principais valores e se pergunte quais você foi deixando para trás. Pergunte-se de que forma o seu trabalho atual está alinhado aos seus valores – e, se a resposta não for boa, faça um plano para criar alinhamento entre eles.

  1. Você tem dificuldade para se engajar

Se você está achando difícil se envolver com pessoas ou projetos no trabalho, esse também pode ser um sinal de esgotamento. Para ajudar você a se recuperar, tente identificar a causa raiz e busque o apoio de colegas, gerentes ou profissionais. Burnout ocorre muitas vezes como consequência de excesso de trabalho ou de incompatibilidade entre o trabalho e as suas habilidades.

  1. Você está sempre irritado

Irritabilidade é um sintoma menos reconhecido de burnout. Esse sentimento, no entanto, pode afetar seus colegas, seu trabalho e até ir para casa você! Uma pessoa com burnout fica irritada por se sentir pouco eficiente e sem propósito. Se você estiver se sentindo assim, é preciso investigar as causas para buscar soluções.

  1. Você se sente entediado

Aquele mesmo trabalho que deixava você entusiasmado e cheio de criatividade agora drena a sua energia e joga você para baixo? Sinal de alerta. Se você se sente constantemente entediado, identifique o que está causando esse sentimento. Depois, procure novas formas de dar vida à situação. É preciso lembrar o que fazia você amar o seu trabalho e se sentir motivado todos os dias.

  1. Você se tornou cínico

Segundo os especialistas, um dos muitos sinais de esgotamento do trabalho é um sentimento de desilusão e cinismo. Você pode começar a questionar a importância do seu trabalho. Uma coisa é você se sentir mal humorado de vez em quando, mas ficar assim constantemente é um indício sério de que algo não vai realmente bem. Vale tentar se envolver em um grupo ou tarefa diferente do que você está fazendo atualmente para mudar o ritmo, trabalhar com pessoas diferentes ou obter uma nova perspectiva.

Por fim, se muitos desses sintomas estiverem presentes na sua rotina e você sentir que não tem força para reverter a situação sozinho, busque a ajuda de um especialista. Síndrome de burnout é coisa séria.

 

Cadastre seu currículo no VAGAS.com.br e aproveite inúmeras oportunidades de emprego. Se você já tem um cadastro, atualize-o aqui.