Home > Dicas > 7 coisas que você NÃO deve falar no trabalho

7 coisas que você NÃO deve falar no trabalho

Tomar cuidado com alguns comentários pode preservar a sua imagem profissional

Você chegou estressado, depois de pegar o maior trânsito e receber uma ligação absurda do seu irmão que sempre tenta empurrar tudo para você mesmo sabendo que você não tem tempo para nada. Aí, sem perceber, solta o verbo com os colegas e anuncia em alto e bom som que não está dando conta de nada e que precisa de férias – uma coisa que você realmente não deve falar no trabalho. Quem nunca?

Apesar de isso ser razoavelmente comum neste mundo louco em que a gente vive, tomar um pouco de cuidado com o que você diz no ambiente corporativo pode evitar várias roubadas e, claro, preservar a sua imagem profissional. Sem mais blá blá blá, veja a seguir 7 coisas que você não deve dizer aos colegas de trabalho. (Mesmo quando está estressado e precisando de férias, ok?)

Você não deve falar no trabalho…

  1.  Seu cabelo ficou horrível! – Tudo bem que aquela colega não deveria perguntar o que você achou do resultado da experiência que ela fez nos próprios cabelos. Está na cara que ficou ruim, mas nem por isso você deve dizer isso a ela. Como explica a consultora de imagem Ana Vaz, usar um pouquinho de “mentira social” não faz mal a ninguém. “Você não precisa expressar o que realmente pensa em todos os momentos”, diz ela. Ou seja, numa saia justa desse tipo, omitir ou até mentir para não ser agressivo pode ser uma boa saída. Diga apenas que “ficou legal” ou “está diferente” ou até “ainda estou estranhando um pouco”. Resolvido! O mesmo vale para aquela hora em que a pessoa chega vestida de alegoria de carnaval e pergunta se ficou bem assim.
  2. Minha mãe é louca, meu namorado me ignora! – Cuidado, cuidado e cuidado com o que você fala sobre você no ambiente de trabalho. Não custa lembrar que aquelas pessoas fofas e queridas, que às vezes parecem seus amigos de infância, são apenas colegas de trabalho. Pelo menos até provarem que merecem algum posto mais próximo na sua vida. “Evite comentar brigas amorosas ou de família”, recomenda Ana. As razões são várias. A primeira é que fazer do local de trabalho um confessionário pode tirar seu foco e sua energia para as atividades profissionais. A segunda é que essas mesmas pessoas podem usar isso contra você de alguma forma. Você pode ser visto com alguém que não tem equilíbrio emocional ou que não consegue viver sob pressão. Também pode ser preterido na hora de uma promoção porque o chefe acha que sua vida tem problemas demais e possivelmente você não tenha disponibilidade para passar seis meses na matriz europeia. Já pensou?
  3. Eu odeio esse partido. – Falar sobre política é sempre muito arriscado no ambiente de trabalho. O mesmo vale para religião. Evite o assunto. Simples assim. Claro que em ano de eleição fica mais difícil, mas sempre vale a pena sair pela tangente para não entrar num embate. Já viu alguém mudar de ideia sobre um desses assuntos durante uma discussão? Pois é. Então, se alguém perguntar em quem você vai votar, o melhor é dizer que ainda não decidiu ou que está pensando etc. Se a pergunta for insistente, diga que prefere não discutir isso no ambiente de trabalho. É a boa e velha “mentira social” em ação novamente…
  4. Esse diretor é aquele que pega a secretária. – Ah, a fofoca! Para muitos ela proporciona um prazer indescritível – e perigoso. “O fofoqueiro muitas vezes se sente poderoso porque tem uma informação privilegiada e vai tentando tirar proveito disso”, diz Ana. A regra é simples: não faça. Não fale da vida dos outros. E se o fofoqueiro quiser dividir a informação com você, seja gentil e apenas ouça, sem fazer comentários ou instigar seu instinto falador. Assim que possível, mude de assunto. E pronto.
  5. Estou enlouquecendo de tanta coisa pra fazer! – Imagina o que seu chefe pensa quando ouve isso? No mínimo, que você não lida bem com pressão e está sobrecarregado. Promoção? Nem pensar! Além disso, reclamar só piora as coisas.
  6. Não fui contratado(a) para isso. – Tudo bem que você pense assim, mas, por favor, não diga isso para ninguém. No mínimo, vai parecer que você está de má vontade. Também pode ser pior e parecer que você não é capaz de fazer alguma coisa ou que se acha importante demais para tarefas muito simples. Pega mal, pega mal.
  7. Afe, que ressaca.. – Oi? Alguém precisa mesmo saber que ontem você passou totalmente do limite e hoje está morrendo aí sem conseguir fazer nada? É melhor disfarçar (pelo menos, né?)…

Cadastre seu currículo no VAGAS.com.br e aproveite inúmeras oportunidades de emprego. Se você já tem um cadastro, atualize-o aqui.