Home > Dicas > 5 formas de explicar uma lacuna no currículo

5 formas de explicar uma lacuna no currículo

Saiba como você pode justificar períodos em que precisou se afastar do mercado de trabalho

Uma lacuna no currículo – ou seja, um período em que você tenha se afastado do mercado de trabalho para estudar, viajar ou cuidar de um familiar doente, por exemplo – vai chamar a atenção do recrutador.

Mas nada disso é motivo para pânico, mesmo que você esteja ansioso para voltar a trabalhar.

Em post no The Muse, Sjoerd Gehring, Head Global de Recrutamento da Johnson & Johnson, afirma que, hoje em dia, um gap no currículo é mais bem compreendido do que foi no passado.

Sua dica é deixar a explicação preparada. “Com um pouco de antecedência, você pode transformar essa justificativa complicada em uma ferramenta eficiente de branding pessoal”, afirma.

5 maneiras de explicar sua lacuna no currículo

  1.   Você perdeu o seu emprego

Muita gente acha complicado falar sobre uma demissão, mas ter sido demitido de uma empresa não fará o recrutador ter menos simpatia por você.

É preciso apenas tomar o cuidado de não falar mal da ex-empresa ou do ex-chefe e se concentrar nas coisas positivas que você conseguiu enquanto estava lá.

Como explicar

“Infelizmente a empresa precisou cortar custos e, seguindo a política ‘último a entrar, primeiro a sair’, eu fui demitido. No entanto, estou orgulhoso dos resultados que alcancei enquanto estava lá. Meu ex-chefe, por exemplo, é até hoje alguém com quem troco ideias sobre minha carreira.”

  1.   Você se demitiu para viajar pelo mundo

O segredo, aqui, é mostrar como viajar pelo mundo contribuiu para o seu desenvolvimento pessoal e não falar apenas do quanto essa aventura foi divertida.

Além disso, se você fez alguma atividade remunerada ou voluntária durante esse tempo, pode contar como ela ajudou a desenvolver suas competências profissionais.

Como explicar

“Passei vários anos trabalhando em uma empresa em um cargo que exigia muito de mim. Como você deve ter visto no meu currículo, alcancei bons resultados lá. Em determinado momento, senti necessidade de buscar crescimento pessoal. O tempo que passei fora me ajudou a lidar com diferenças e me relacionar bem com pessoas de diferentes idades, experiências e culturas. Agora, estou pronto para voltar ao mercado de trabalho com as energias renovadas e novos aprendizados na bagagem.”

  1.   Você decidiu voltar para a escola

Esse tipo de gap não é difícil de justificar, especialmente se o que você decidiu estudar é relevante para o cargo que você quer conquistar.

A dica é não se justificar dizendo que ainda não sabe exatamente o que quer e, por isso, decidiu voltar para a escola e tentar novos caminhos.

Como explicar

“Minha ideia era aumentar as opções para minha carreira buscando treinamento/qualificação em X. Agora, estou buscando um emprego em que possa utilizar o conhecimento que adquiri. Esse cargo é perfeito para mim por isso…”

  1.   Você saiu do emprego por razões de saúde

A dica de Gehring é não entrar em detalhes. Prepare antecipadamente uma explicação direta que você se sinta à vontade para compartilhar. Diga o quanto se sente orgulhoso por ter superado esse desafio e traga a conversa de volta para o presente.

Como explicar

“Eu passei por um momento complicado física/emocionalmente e me afastei para me reestabelecer o mais rápido possível. Estou satisfeito por ter superado esse desafio. Hoje sou uma pessoa mais forte e estou totalmente recuperado para me concentrar na próxima etapa da minha carreira.”

  1.   Você se afastou para cuidar da família

Lembre-se de que cuidar de doentes ou idosos – ou mesmo formar uma família – são trabalho difíceis que requerem competências que agora você tem de sobra.

Nenhum entrevistador deve fazer com que você se sinta mal por ter feito essa opção em algum momento da vida.

Se você teve tempo para manter seus conhecimentos atualizados, lembre-se de mencionar isso durante a conversa. Termine dizendo o quanto você está ansioso para se comprometer novamente com a sua carreira.

Como explicar

“Depois de pensar muito, decidi que a minha prioridade naquele momento era meu filho/minha mãe/minha esposa doente. Apesar de estar fora do mercado de trabalho, tomei cuidado para manter meus conhecimentos atualizados durante esse período. Agora, estou pronto para retomar minha carreira e usar todas as competências comportamentais que desenvolvi nesse período.”

Por fim, lembre-se de que mentir no currículo ou na entrevista é sempre muito ruim. Por isso, quando o entrevistador perguntar sobre alguma lacuna do seu histórico, respire fundo, seja sincero e não fique na defensiva. Entenda simplesmente que o recrutador tem suas preocupações e faça de tudo para tranquiliza-lo mostrando que você está seguro e confortável com suas decisões.