Home > Dicas > 4 dicas de carreira indispensáveis para jovens profissionais

4 dicas de carreira indispensáveis para jovens profissionais

Quanto mais rápido você seguir estes conselhos, mais chance terá de começar bem esta nova etapa da vida

Algumas dicas de carreira que costumo dar hoje para os mais jovens, eu recebi do meu pai, quando estava me preparando para entrar no mercado de trabalho. Tive a sorte de ser criado por um empresário e consultor de RH, o que supriu de alguma forma o gap de assuntos que a universidade não ensina. há tanta coisa que a escola não ensina, especialmente os que dizem respeito a socialização, comportamentos, atitudes e crenças.

4 dicas de carreira que guiaram minha vida profissional

1. Faça estágio

Desde o início da faculdade, meu pai dizia: “Faça estágios!”. Eu rapidamente me engajei em um dos departamentos da escola, onde pude produzir dois artigos científicos para um congresso – fiquei lá por 2 anos.

Minha faculdade era integral, mas nas férias eu seguia o conselho e, sim,  procurava algum estágio para fazer. Teve uma época que me juntei a dois colegas e iniciamos um pequeno empreendimento que incluía uma barraca na feira da cidade. Por uns 6 meses, pude sentir na pele o que é acordar as 5 horas da manhã no domingo.

Deu resultado. Não demorei para conseguir meu primeiro emprego logo depois de formado. E, sim, naquela época já era complicado arrumar um emprego como recém-formado. Já existia o dilema: “não tenho experiência porque não tenho emprego ou não tenho emprego porque não tenho experiência?”. Aprendi que o estágio é capaz de resolver essa “equação”. Das duas uma: ou você consegue se efetivar no próprio local em que fez estágio ou você sai de lá com muita história para contar no currículo e na entrevista!

2. Seja o primeiro a chegar e o último a sair

Pois bem, comecei a trabalhar e meu mentor veio com o segundo conselho: “você tem que ser o primeiro a chegar no escritório e o último a sair”. Isso era fácil, pois ia para o trabalho com ônibus fretado e obrigatoriamente que chegava por volta das 7h15 (meu horário era às 8). Era o primeiro do departamento a chegar. Aproveitava a calmaria do despovoamento e a sonolência dos telefones para realizar as atividades que demandavam mais concentração. Claro que devido ao fretado eu não conseguia cumprir a segunda parte do plano, ser o último a sair. Mas já foi o suficiente para chamar a atenção do chefe. Ele me chamou para uma conversa e foi logo dizendo: “João, seu banco de horas está crescendo muito rápido. Não quero que chegue cedo para fazer banco de horas”. Para esse caso o conselho parece não ter sido válido, mas com toda certeza me fez reconhecer a importância do respeito aos horários e as vantagens de se programar para chegar sempre 15 minutos antes.

3. Participe de tudo

Uma coisa que a faculdade não ensina é a importância dos relacionamentos, da política organizacional e da inteligência emocional. Ninguém nos prepara para conhecer melhor o outro, para pensar antes de falar, para ter paciência, saber ouvir, saber se posicionar. Esse tipo de coisa se aprende praticando, errando e acertando. Claro que hoje existem muitos livros de autoajuda que abordam isso, mas nada substitui a prática! E para praticar minha inteligência social e emocional meu conselheiro dizia: “Você tem que se envolver em todos os projetos. Tem que participar de tudo”. E assim eu fazia. Até membro da brigada de incêndio cheguei a ser – era o responsável pela porta de incêndio que ficava próxima a minha mesa. Vou te dizer: isso tudo me ajudou muito!

4. Faça seu chefe ser promovido

Por fim, gostaria de compartilhar um dos melhores conselhos que dele recebi. Certo dia ele me disse: “Filho, você tem que trabalhar para promover seu chefe, pois assim fazendo ele muito provavelmente o levará consigo e, no mínimo, sua cadeira ficará vaga”. Posso garantir, funciona!

Cadastre seu currículo no VAGAS.com.br e aproveite inúmeras oportunidades de emprego.

João Xavier, autor do artigo, é diretor-geral da empresa de recrutamento Ricardo Xavier.