Home > Dicas > 10 atitudes a evitar se não quiser ser demitido

10 atitudes a evitar se não quiser ser demitido

Vários erros entram na 'contabilidade' que pode gerar o seu desligamento

por Fernanda Bottoni

Ninguém é demitido por um motivo isolado. A demissão, normalmente, é consequência da soma de diversos erros – alguns mais sérios, outros aparentemente inofensivos. Quem afirma é Marcus Soares, professor do MBA Executivo do Insper. “A menos que o profissional tenha cometido um engano muito sério, com consequências muito graves, seus erros vão entrando numa espécie de ‘contabilidade’ que pode acabar gerando o desligamento”, explica. Para saber onde mora o perigo, confira a lista das 10 principais atitudes que você deve evitar se quiser continuar empregado e com sua carreira indo de vento em popa. Vamos lá?

1 – Não cumprir prazos. Quem não cumpre datas acaba prejudicando o trabalho dos colegas e, consequentemente, o desempenho da empresa. Um vez você pode ser perdoado. Duas, talvez. Mas, se isso virar rotina, o azar poderá ser todo seu.

2 – Cometer erros recorrentemente, em especial quando envolvem finanças, o lado mais sensível das organizações. “Errar principalmente com clientes e fornecedores é uma excelente razão para você perder o emprego”, diz ele.

3 – Não dar valor à pontualidade. “Perder um voo e, por isso, não fechar um negócio importante ou deixar outras pessoas esperando são fatores que acumulam muitos pontos na contabilidade da demissão“, diz ele. “Mais uma vez, os pontos são mais graves se isso acontecer com clientes e fornecedores.”

4 – Fazer fofoca ou abrir informações confidenciais. O ‘leva e traz’ sempre acaba se prejudicando. Isso vale tanto para quem faz fofoca e inventa qualquer coisa quanto para quem não toma cuidado com a confidencialidade das informações e sai comentando informações sigilosas no restaurante, no avião, nas mídias sociais ou no almoço de domingo.

5 – Não trabalhar em equipe. Segundo Soares, é preciso estar disponível para colaborar com os colegas e saber trabalhar em grupo. “Fingir que você está sempre ocupado não vai colar por muito tempo.”

6 – Não se entender com a chefia. Quem não tem um bom relacionamento com o chefe pode saber: é transferido de área, pede demissão ou é demitido. “Não tem outro caminho”, diz o professor.

7 – Economizar educação. Claro que ninguém vai ser demitido porque não disse “bom dia”, “por favor” ou “obrigado”, mas, se isso for intenso e recorrente, novamente vai entrar na’contabilidade’.

8 – Ser incapaz de ouvir. Todo mundo tem necessidade de falar, inclusive no ambiente corporativo. “É preciso abrir os ouvidos e colaborar para melhorar a convivência e o relacionamento interpessoal no trabalho.”

9 – Dar opinião que ninguém pediu. Fazer comentários inadequados pode gerar constrangimento para todo mundo. “Se você ficar com a fama de quem fala o que não deve ou fizer isso com alguém mais sensível que tenha algum poder na empresa pode prejudicar sua carreira por bobagem”, diz Soares.

10 – Ser propagador do negativismo crônico. Ninguém gosta de trabalhar com pessoas que só escurecem o céu, reclamam o tempo todo e acham que tudo vai dar errado.

*Não deixe de conferir as diversas dicas para carreira do VAGAS profissões.