Home > Carreira > Evolução profissional > O que fazer quando o novo emprego não era o que você esperava

O que fazer quando o novo emprego não era o que você esperava

Veja o que pode fazer para contornar a situação e, se necessário, tomar a melhor decisão para sua carreira
homem decepcionado com emprego novo

A decepção com um novo emprego pode ser comparada ao fim de um namoro que não deu certo. A analogia é de Renata Wright, gerente executiva da divisão de RH da consultoria Michael Page. E ela explica que essa situação, infelizmente, é uma realidade muito comum de acontecer.

É normal não gostar do novo emprego?

Segundo Renata, os jovens da geração Y lideram o ranking das pessoas mais decepcionadas com um trabalho novo. “Isso acontece porque a principal motivação deles é o impulso financeiro que a atividade pode trazer”, afirma.

A especialista explica que, assim como no início do namoro, em que a maior parte das coisas é novidade e desperta curiosidade, a nova rotina tem que ser motivadora. Caso contrário, deve ser repensada.

Decepcionado com o novo emprego? Veja o que fazer

Se você se sente decepcionado como novo emprego e não tem motivação para levantar da cama e trabalhar todos os dias, pode ser o caso de parar para pensar e, se necessário, tomar uma decisão.

Converse com a pessoa líder da área sobre isso

Uma boa forma de começar a sua análise sobre o novo emprego acordo com a especialista, é conversar com o gestor ou líder da equipe sobre suas primeiras impressões. “A troca de informações é importante para descobrir junto com eles pontos que sejam favoráveis à sua permanência por lá e também à sua trajetória profissional”, afirma.

Tente encontrar pontos positivos

A dica é tentar encontrar pontos positivos no seu novo emprego. Você está mais perto de casa? Os colegas são agradáveis? Você tem mais flexibilidade de horários? A remuneração é mais alta do que a que você tinha anteriormente? Faça um esforço encontrar esses pontos positivos, ainda que aparentemente eles não existam. Vale a pena tentar.

Alinhe as expectativas com o RH e gestores

Conversar com gestores e RH para alinhar as expectativas também é uma boa estratégia. Tente entender o que eles esperam de você e também exponha suas expectativas em relação ao trabalho e à empresa. É preciso entender se o que você está vivendo contribui de alguma forma para o seu objetivo de carreira.  “Como em tudo na vida, o trabalho tem seus altos e baixos e é necessário ter maturidade para suportar momentos muitas vezes desfavoráveis em prol de um objetivo maior que é o plano de carreira”, analisa.

Tome uma decisão

Com a cabeça fresca, tente colocar tudo o que analisou na balança. Pese todos os itens que favoreçam seu desenvolvimento profissional com contrapartida com os que geral o mal estar que você está sentindo neste momento. “A decepção pode ser momentânea enquanto as outras questões podem ajudar a trilhar um caminho de satisfação profissional”, alerta.

E é nesse último quesito que o você deve estar focado. “Tenha bem claro quais são seus objetivos profissionais para tomar a decisão mais acertada, mesmo que isso signifique sair do novo emprego para outro mais recente ainda”, diz.

Também é importante colocar na balança a situação atual do mercado de trabalho e do país em geral. Quanto tempo você pode ficar sem trabalhar se demorar a encontrar outro emprego? Não tome decisões por impulso. Boa sorte!

Cadastre seu currículo no VAGAS.com.br e aproveite inúmeras oportunidades de emprego.