Home > Busca de emprego > Currículo > Como é o currículo ideal para pessoas com deficiência?

Como é o currículo ideal para pessoas com deficiência?

Veja como incluir todas as informações importantes para conquistar sua vaga

O currículo para PCD precisa incluir algumas informações específicas e, por isso, a sua elaboração deve ser bastante cuidadosa. Afinal, o cv é a principal porta de entrada para uma empresa e deve ser tratado toda atenção possível. Se você é uma pessoa com deficiência em busca de emprego, confira o nosso post e veja como você pode preencher seu currículo da forma mais adequada possível para chamar a atenção do recrutador para o seu potencial. Vamos lá?

O currículo para PCD é diferente?

O currículo para PCD não é diferente do currículo de qualquer profissional. Ele precisa conter os dados básicos de todo currículo:

  • Informações pessoais;
  • Objetivo profissional;
  • Histórico profissional;
  • Formação acadêmica e cursos complementares;
  • Idiomas.

A diferença é que o currículo para PCD precisa incluir informações sobre a sua deficiência. É preciso especificar que tipo de deficiência que você tem (se é auditiva ou intelectual, por exemplo). 

Além disso, também é importante detalhar os tipos de aparelhos que utiliza e qual o tipo de infraestrutura que necessita para cumprir suas atividades profissionais. 

Dicas para ter um ótimo currículo PCD

Para elaborar um ótimo currículo PCD você precisa reunir informações que demonstrem todo o potencial que você tem para realizar as atividades profissionais a que está se candidatando. 

Nele, você preciso detalhar sua formação, sua experiência e também seu objetivo profissional. Além disso, claro, é preciso especificar a sua deficiência e as suas necessidades especiais, se for o caso. 

Os passos a seguir vão ajudar você a preencher cada item do currículo da melhor forma possível para que ele seja encontrado na triagem inicial de profissionais, normalmente feita por robôs. Eles também ajudam organizar as informações para demonstrar claramente seus conhecimentos, suas habilidades e sua experiência. Confira. 

Dados pessoais e objetivo

No campo dados pessoais, você deve fornecer suas informações atualizadas. Elas são:

  • nome;
  • nacionalidade;
  • estado civil;
  • idade;
  • endereço;
  • formas de contato (telefone e email).

Confira se você preencheu todas as informações corretamente, principalmente os dados para contato. Se você digitar errado o número do celular pode não ser encontrado pelo recrutador e perder a oportunidade de participar de uma entrevista. 

No campo objetivo profissional, você deve colocar o nome do cargo que você quer ocupar. Normalmente, esse nome é também o do cargo anunciado na vaga de emprego a que você quer se candidatar. 

Resumo profissional e formação

No resumo profissional, você deve listar todas as experiências profissionais que teve, começando pela mais recente e chegando à mais antiga. 

É importante organizar as informações desta forma:

Nome da empresa

Cargo que ocupou, período de trabalho

Você também pode escrever uma ou duas linhas sobre as atividades que realizou em cada cargo que ocupou. 

Para a formação, vale a mesma regra. É preciso listar curso, nome da escola e período cursado ou ano de conclusão. A ordem também é do mais recente para o mais antigo. 

Por exemplo:

Graduação em Contabilidade
Faculdade das Américas 
Ano de conclusão: 2017

Ensino Médio
Colégio das Américas
Ano de conclusão: 2013

Como complementar seu currículo

Outras informações podem complementar o seu currículo e torná-lo mais interessante para o recrutador. 

Se você estudou um idioma estrangeiro, por exemplo, não deixe de incluir a informação no currículo. Para cada idioma, indique seu nível de leitura, escrita e conversação. 

Cursos complementares também são bem vindos. Você fez um curso de Excel avançado? Pacote Office? Inclua tudo isso no currículo. 

Informações complementares, como experiência em trabalho voluntário ou empresa júnior, também contam muitos pontos. Se você tem, não desperdice a chance de falar sobre elas. 

Informe seu tipo de deficiência

No currículo da VAGAS.com você pode informar seu tipo de deficiência no item “Dados Pessoais”. Basta clicar no botão “editar” no campo “Deficiências” e preencher as informações solicitadas. 

Ali, você precisa indicar que possui alguma deficiência e qual é o tipo (auditiva, fala, física, intelectual/mental ou visual). 

É importante que todo currículo para PCD tenha essas informações. 

Fale sobre suas necessidades especiais

No campo “Observações” você pode detalhar suas necessidades especiais, se for o caso, como tipos de aparelhos que utiliza e infraestrutura necessária para realizar suas atividades. Por exemplo, cão-guia, acompanhantes ou outros tipos de limitações ou especificidades. 

Você também pode informar o número do CID (Código Internacional de Doenças), dizer se tem laudo médico ou do INSS e qual seu grau de deficiência. 

Antes de enviar o seu currículo é importante reler tudo o que você escreveu para conferir se as informações estão corretas, inclusive as datas, e se você não fez nenhum erro de digitação. Se for possível, é interessante até pedir para que outra pessoa releia tudo para saber se o currículo está bem escrito. Muitas vezes, a pessoa que escreve acaba não percebendo alguns errinhos que ficam pelo caminho. 

Esperamos que este post possa ajudar a criar o seu currículo com todas as informações necessárias para você conquistar sua vaga. Desejamos boa sorte! 🙂

Cadastre seu currículo no VAGAS.com.br e aproveite inúmeras oportunidades de emprego. Se você já tem um cadastro, atualize-o aqui.