Home > Carreira > Mudança de carreira > Como mudar de carreira?

Como mudar de carreira?

Uma mudança de carreira exige uma grande decisão e um bom planejamento psicológico e financeiro.  Por isso, é importante se informar sobre como fazer isso de modo a minimizar o período de instabilidade que você deve enfrentar. 

Mudar nunca é fácil. Quando falamos em mudar de carreira, o grau de dificuldade pode ser ainda mais alto. Mas não é por isso que você não deve tentar, principalmente se chegou em um momento em que acha essencial saber como mudar de profissão ou de carreira profissional!

Embora a transição de carreira seja um movimento complexo, você pode enfrentá-lo e obter sucesso e realização profissional. Para isso, trouxemos 9 dicas nesse conteúdo. Continue conosco! 

Leia também: Carreira profissional x profissão: qual é a diferença? 

Quando é a hora de mudar de profissão?

A hora de mudar de profissão é uma decisão muito particular que cada pessoa precisa avaliar com bastante cuidado.

 

Em geral, a necessidade de mudança vai dando seus sinais. Quando sua carreira está parada há muito tempo, por exemplo. Ou quando você não sente vontade de se levantar para trabalhar (e sabe que o problema está realmente no trabalho). 

 

Há ainda sinais que vêm do mercado de trabalho: a falta de oportunidades na sua área é um deles. 

 

O momento exato de fazer esse movimento só você pode reconhecer. Porém, quando ele chegar, deve vir acompanhado de planejamento financeiro e psicológico.

Pequeno guia para saber como mudar de carreira

Para orientar a sua mudança – e fazer com que ela ocorra sem grandes sustos – organizamos algumas dicas que você pode conferir logo abaixo. Vamos lá?

 

1. Faça uma reserva financeira

A primeira coisa a fazer é organizar sua vida financeira. Considere que, ao mudar de carreira, você pode voltar a ser um profissional nível júnior, com um cargo hierarquicamente mais baixo e, consequentemente, um salário inferior. 

Por isso, é preciso que você faça uma reserva financeira antes de entrar de cabeça nessa transição. A dica vale especialmente se você tem pessoas que dependem financeiramente de você, como filhos, pais etc. 

O ideal, se possível, é organizar essa reserva por cerca de dois ou três anos, para enfrentar com mais tranquilidade a fase de mudança propriamente dita.

2. Entenda o mercado de trabalho

Antes de mudar de carreira, também é preciso que você estude o mercado de trabalho para entender as possibilidades reais que a nova área oferece.  A dica é focar em alguma coisa que você goste de fazer, claro, mas também que tenha mercado para você atuar.

3. Fale com pessoas da área que você quer seguir

Para entender na prática quais oportunidades esse mercado oferece, vale a pena conversar com profissionais da área que você quer seguir. Essas pessoas podem tirar suas principais dúvidas. Além disso, é possível que alguma delas possa se tornar um mentor para sua nova carreira. 

4. Converse com alguém que já fez a mudança

É muito importante também procurar um profissional que tenha feito a mesma transição de carreira que você está pensando em fazer. Essa pessoa poderá dar informações valiosas sobre a forma que você pode aproveitar seus conhecimentos e suas competências na nova carreira, por exemplo. 

5. Estude muito

Em uma mudança de carreira também é muito importante buscar o máximo de conhecimento no menor tempo possível.  Você pode investir em pós-graduação na área em que você quer trabalhar ou, se necessário, voltar para a graduação. Dependendo da área, também pode buscar cursos livres. O que não pode é perder tempo sem aprender. 

6. Faça networking

A rede de contatos também é uma questão delicada durante a mudança de profissão. É possível que os relacionamentos profissionais que você tem na antiga carreira não saibam como ajudar no seu novo desafio.

Por isso, ao conversar com pessoas da área e profissionais que já fizeram a transição, aproveite para construir uma nova rede de contatos.

Vai fazer um curso ou está procurando alguém da área para conversar? Procure desenvolver um relacionamento profissional com essa pessoa. 

7. Cuide da saúde

Outra recomendação é cuidar muito bem da sua saúde. Alimente-se bem, faça exercícios, durma o necessário. Uma grande mudança que envolve riscos profissionais e financeiros demanda muita energia física, mental e emocional. 

8. Não apresse a sua decisão

Tome a decisão de mudar de área apenas quando você tiver certeza de que é isso que você quer e que já tem o planejamento financeiro encaminhado. Não vale a pena fazer uma escolha complexa como essa por impulso em um dia ruim. 

9. Não feche as portas

Mesmo que você pense em nunca mais voltar para a empresa em que trabalha ou para a área em que atua, nunca (nunca mesmo) feche as portas. Faça o possível para manter um bom relacionamento com todos. Uma boa imagem profissional é importante porque o mundo corporativo dá muitas voltas. 


Quer saber mais sobre como deixar uma boa impressão ao sair de um emprego para mudar de profissão? Confira Como pedir demissão sem fechar portas na empresa.