Home > Carreiras > Vendas > Os trunfos do executivo de vendas

Os trunfos do executivo de vendas

Experiência em vendas e boa educação são fundamentais para a profissão

por Guss de Lucca

É comum encontrar quem afirme que o ato de vender é, muito mais que trabalho, uma arte. E como tal, ele envolve conhecimento, preparo e aptidão para conduzir todos os passos de uma negociação. Dentro desse contexto é que atua o executivo de vendas, o profissional responsável por identificar e atender clientes em potencial e planejar estratégias que cumpram as metas da empresa.

Na profissão há mais de uma década, Alexandre Galante Bravo Hernandez trabalha há seis anos como executivo de vendas do segmento automotivo. “A vida inteira eu trabalhei com vendas. Comecei na gráfica do meu pai, onde negociava material gráfico. Depois passei um tempo como supervisor de merchandising numa empresa e acabei entrando no mercado de caminhões e carros”, diz ele.

Área de blindagem
Atualmente na área de blindagem, que envolve tanto a venda de veículos blindados como a blindagem de carros, Hernandez continua fazendo uso de seu talento para lidar com o público – uma das características que, de acordo com ele, são cruciais para a formação de um bom profissional de vendas.

“Sempre tive facilidade para me relacionar com pessoas. Além disso, acho que qualquer pessoa que queira atuar nesse mercado precisa ser educada e estar sempre com um sorriso no rosto. Honestidade é fundamental independentemente da sua profissão. Mas a transparência é vital nessa área de vendas”, conta, ressaltando a importância de distanciar-se da caricatura do vendedor que usa frases feitas como “esse carro é campeão”.

Alexandre Galante Bravo Hernandez  executivo de vendas

“Antes, quando vendia caminhões, atendia pessoas das classes B, C e E, gente que nem sempre tinha condições de ter um veículo, mas financiava o caminhão e pagava com o trabalho. Hoje trabalho com público A vendendo carros que custam em média R$ 200 mil. E descobri que educação, sorrisos no rosto independem de classe social – todo mundo gosta de ser bem atendido”, completa.

Além da rotina no showroom e visitas a clientes, ele também é responsável pelo site da empresa, onde atende solicitações que chegam por e-mail e dispara anúncios e material de marketing para os cadastrados em seu mailing – função que também é contemplada pelo cargo de executivo de vendas.

Formação acadêmica
Questionado sobre a necessidade de uma formação, Hernandez afirma que ela é mais importante no momento da contratação do que no cotidiano. “Vendas é algo que não se aprende na faculdade. Carisma é algo que você tem ou não tem. Fiz o curso de processos gerenciais em uma faculdade à distância, pois sabia que precisava disso no currículo, mas o dia a dia do vendedor é saber bater papo.”

Mas que isso não desanime quem tem interesse em entrar para esse mercado. O executivo de vendas garante que é possível melhorar com a prática diária. “Esteja sempre atualizado. Eu me atento ao que acontece no mundo da cultura, moda, política… E tente se espelhar num gerente ou vendedor com experiência, pois eles podem contribuir para sua carreira”. Ficam as dicas.