Home > Carreiras > Vendas > Renan entrou de temporário no navio!

Renan entrou de temporário no navio!

Por Fabíola Lago
Fotos de Rogério Montenegro (capa) e arquivo pessoal

Que tal passar seis meses no mar, com paradas em lugares paradisíacos do Caribe, da costa brasileira, conviver com pessoas de todas as nacionalidades, ter uma área própria para diversão e com uma remuneração bem legal, entre US$ 1000 e US$ 1200 dólares?Gostou? Pois é, Renan Batistela, consultor de e-recruitment da VAGAS, também se encantou e partiu para essa aventura aos 25 anos. O trabalho era temporário, mas a experiência ficou para sempre.

Na época, Renan queria muito viver uma experiência internacional, mas não tinha recursos. Foi a oportunidade para aliar as duas coisas: ganhar um extra e conhecer vários países. Foi um colega que já era tripulante de uma grande companhia americana quem deu o toque. Foi para a agência de recrutamento em Santos.

Por três anos, Renan foi professor de inglês, o que facilitou sua experiência

Por três anos, Renan foi professor de inglês, o que facilitou sua experiência

O principal requisito é o inglês e a função é determinada justamente pelo nível de fluência. Como já era professor do idioma há três anos, Renan passou nas entrevistas e foi contratado para área de vendas. Apesar de toda diversão, o expediente era puxado, das 17 à 1h da manhã, com metas a serem alcançadas e de vez em quando, quase 24 horas ininterruptas de trabalho, quando eram repostas as mercadorias no Porto de Santos.

Renan no Oasis of the Seas: mais de 5400 pessoas no navio

Renan no Oasis of the Seas: mais de 5400 pessoas no navio

Nos “seadays”, dias em que o navio fica em alto mar mais de 24 horas, é quando as compras aumentam, estimuladas principalmente pelo DutyFree. Nos navios Vision of the Seas e Oasis of the Seas, ambos da companhia Royal Caribbean, onde trabalhou, são mais de 3000 e 5400 pessoas respectivamente, entre passageiros e tripulantes. Existe toda área dedicada à tripulação para descanso, diversão, com bar, DJ, para manter certa privacidade em relação aos passageiros. Medo, medo mesmo, Renan lembra de uma situação, quando o capitão do navio começou a anunciar nos alto falantes o código “Bravo! Bravo! Bravo!”.

“A princípio pensei que era treinamento e voltei a dormir. Quando a mensagem se tornou repetitiva, meu colega de quarto e eu percebemos que se tratava mesmo de uma emergência. A casa das máquinas estava pegando fogo, em pleno alto mar, e era preciso entrar em procedimento de salvamento”, conta. Quando foi solucionado o problema, sem necessidade de evacuação do navio, o alivio dos tripulantes (só eles sabiam os códigos), foi grande.

Renan e os colegas da tripulação

Renan e os colegas da tripulação

No mais, Renan aproveitou toda sua remuneração para curtir o máximo possível cada parada: foi a cidades litorâneas incríveis, como Miami, Fort Lauderdale, SaintMaarten, Saint Thomas, Ilhabela, Ilha Grande, Rio de Janeiro, Ilhéus, Salvador entre tantas outras. “O perfil de quem topa trabalhar em cruzeiros é de aventureiros, dá para perceber essa afinidade entre todos. De tudo, a prática contínua do inglês, diferente da teoria da sala de aula, foi o que mais agregou profissionalmente”, observa o consultor. Ao todo, foram cinco meses nos navios da Royal Caribbean.

Mas o navio foi só uma parte do ímpeto aventureiro de Renan. Aos 17, querendo independência financeira, foi trabalhar no McDonald’s. “Fui funcionário do mês três vezes!”, brinca. E quando se alistou, aos 18, foi para Força Aérea e gostou, ficou quatro anos. Formado em Letras, há dois está na VAGAS, trabalhando com treinamento corporativo. Renan pretende fazer uma pós-graduação e se especializar na área. O que também não deixa de ser uma outra aventura!

Por que vale a pena?

  • É uma experiência enriquecedora porque você conhece pessoas do mundo todo;
  • A remuneração é boa, dá para fazer bons planos futuros se souber poupar;
  • Sua fluência em inglês melhora muito, você atinge outro nível;
  • Dá uma sensação de “cidadão do mundo” conhecer vários lugares e culturas diferentes.
  • É uma aventura!

Nota do editor: No momento da publicação deste texto, havia 330 vagas de temporários abertas no VAGAS.com.br. Você pode conferi-las aqui.

LEIA TAMBÉM