Home > Carreiras > Sistemas da Informação > A receita de Claudio: Insistir. Jamais desistir

A receita de Claudio: Insistir. Jamais desistir

por Lucia Helena Corrêa (in memoriam)

A falta da mão direita – defeito congênito – fez do analista de sistemas Cláudio Roberto Tavares um dos mais criativos profissionais da área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) que se dedicam ao desenvolvimento de soluções de software para apoio a pessoas com deficiência. Uma atividade que, no Brasil, segundo a IDC (International Data Corporation), já movimenta alguns milhões de reais em investimentos por ano.

Autoridade em ferramentas que facilitam o dia a dia de cegos e suConherdos, Cláudio escreve nas duas linguagens que, na opinião dele, mais viabilizam a comunicação de pessoas portadoras de deficiência no ambiente interativo da Internet: Java e SQL. “A base de tudo”, explica o analista de sistemas, “é a modelagem dos dados, de modo a ajustá-los ao universo particular dessas pessoas”. Entre as soluções para surdos estão aquelas que transformam textos falados em mensagens escritas, projetadas na tela do computador – e também em braile para atender aos cegos.

Paranaense de Curitiba e casado com Kelly Tavares, fundadora e administradora, com ele, do site deficienteonline.com, Cláudio é graduado, pela Universidade Positivo, em Sistemas de Informação e pós-graduado em Administração de Dados. Sócio-fundador e principal executivo da consultoria Santos Tavares Dados e Informação, na qualidade de consultor, trabalha para várias empresas interessadas em ajustar o ambiente às necessidades especiais de colaboradores com deficiência visual e auditiva.

Profissional com mais de 14 anos no mercado de trabalho, dos quais 10 dedicados à criação e resolução de rotinas referentes à administração e informação de recursos humanos e área social, ele assina vários programas nas áreas de processos logísticos, finanças e TIC, em geral.

O que também anima o analista de sistemas, além da crescente conscientização do mercado, é a disseminação das soluções de TIC conhecidas como “assistivas”. Ele explica: “A lista de produtos e subprodutos inclui os produtos e materiais que ajudam a pessoas com deficiência nas tarefas diárias, tais como tomar banho, escovar os dentes e se alimentar. Mas, também, na categoria comunicação aumentativa – suplementar e alternativa, quando os recursos, que podem ser ou não eletrônicos, facilitam a comunicação de quem apresenta problemas”, resume o analista.

Embora sem citar os nomes dos clientes, Cláudio elogia, em particular, a ação social da indústria automobilística, que, na avaliação dele, no Brasil, está ganhando, de lavada, a corrida pela inclusão do trabalhador portador de deficiência.

Dicas de Cláudio Roberto Tavares
– Acreditar em si mesmo, a despeito das dificuldades.
– Acreditar na superação como filosofia de vida.
– Insistir. Jamais desistir.
– Pesquisar tendências em termos de soluções, no curto, médio e longo prazos.
– Investir na comunicação de caráter educativo, a favor da inclusão.