Home > Carreiras > Segurança do Trabalho > Foco no objetivo realiza sonho de futura engenheira

Foco no objetivo realiza sonho de futura engenheira

Depois de várias tentativas, profissional é chamada por intermédio da VAGAS

por Guss de Lucca

Muitas histórias profissionais começam com alguém em busca de espaço no mercado, mas sem saber exatamente onde. Foi mais ou menos dessa forma que a técnica em segurança do trabalho Sirley Silva Pereira se encontrava há alguns anos. Trabalhando como atendente de telemarketing de uma empresa de telefonia, ela sonhava em ser engenheira e com um emprego melhor, mas ainda não tinha encontrado uma posição que a conquistasse. Isso logo mudou.

Durante os três anos que passou atendendo telefonemas, Sirley se desdobrou para conciliar um curso técnico em Segurança do Trabalho com suas obrigações. Mesmo formada, ela continuou investindo em sua formação e ingressou no curso de Engenharia de Produção, onde ouviu um de seus professores tecer bons comentários sobre uma multinacional da área de cimentos atuando em Belo Horizonte, sua cidade. “Ele sempre citava essa empresa ressaltando os benefícios e planos de carreira”, lembra ela.

Encantada pela possibilidade de integrar o quadro de funcionários, ela passou a enviar seu currículo ao RH – sem obter sucesso. “Uma amiga da faculdade me falou do VAGAS.com.br e logo que me cadastrei vi que a multinacional estava lá. Não tive dúvidas: caprichei no meu currículo e fiz uma nova tentativa”, conta ela, sem esconder a surpresa ao ser chamada para uma entrevista apenas dois meses depois.

Mesmo com a empolgação, Sirley soube se conter e guardou segredo durante todo o processo de seleção,que durou aproximadamente um mês. “Não contei para ninguém de casa, mas estava muito ansiosa, pois era aquele emprego dos sonhos. Três semanas depois de conversar com eles descobri que tinha sido aprovada”, comemora.

Bem estar do funcionário
Há três meses trabalhando no departamento comercial da multinacional, a ex-atendente de telemarketing é só alegria. “É outro mundo. O fato de ter 34 anos e muita experiência em outros empregos me dá certeza de que estou numa empresa que se preocupa com o bem estar do funcionário. Vejo pessoas que trabalham há 35, 50 anos aqui. Não é uma companhia onde quem entra já pensa em sair, pois você vê a possibilidade de crescimento.”

Hoje, Sirley continua acessando o VAGAS.com.br – não em busca de emprego, mas de informações que possam auxiliá-la no seu dia a dia. “Entro no VAGAS profissões para ler as reportagens. Leio muitas dicas de etiqueta no ambiente de trabalho, coisas bem legais. E sempre recomendo aos amigos e até a desconhecidos que cadastrem seus currículos”, endossa.

“Outro dia li comentários de pessoas dizendo que já têm cadastro no site há mais de um ano e nunca receberam nenhum contato. Eu acho que o importante é encontrar o trabalho que você quer, a empresa idealizada, e correr atrás de cursos que possam te ajudar a entrar nela. Quis dar essa entrevista pra dizer as pessoas da minha idade que ainda não tiveram sucesso profissional que não desistam dos seus sonhos”.