Home > Carreiras > Recursos Humanos > Hering cresce e deve contratar centenas de profissionais

Hering cresce e deve contratar centenas de profissionais

por Fabíola Lago

Quem não tem, ou já teve, uma camiseta Hering? Conhecida como a marca “básica do Brasil”, vestir a camisa tem outro significado para as milhares de pessoas que trabalham na empresa fundada em 1880: engajamento e uma incrível oportunidade de crescer profissionalmente. Foi assim com Clayton Negri e Gabriela Biz.

Clayton Roberto Negri começou a trabalhar como vendedor na Hering em 1999. Ainda sem formação universitária, foi promovido em apenas sete meses para subgerente. “Cinco meses depois, fui promovido a gerente de comunicação com os franqueados, cargo que ocupei por dois anos e meio”.

Agora, com 38 anos, já formado em marketing e cursando MBA na área, Clayton, já soma 15 anos dedicados à empresa. Foi consultor de franquias para as lojas de São Paulo – e hoje é Gerente Regional de Operações. Ao empregador, só elogio.

“A Cia. Hering é uma empresa única e tem um excelente ambiente de trabalho. Aqui temos liberdade, respaldo e retaguarda para crescer. Construí tudo o que tenho com a minha carreira na companhia. Comprei meu primeiro apartamento e agora tenho uma casa.”

Todo esse tempo nos corredores da empresa fez de Clayton um excelente observador, que valoriza a oportunidade que recebeu ao mesmo tempo em que reconhece seu próprio esforço.

Para ele, a receita do sucesso profissional é dedicação – estar na empresa certa também ajuda. “Se você tiver disposição, a Cia. Hering é uma empresa com muitas oportunidades, porque está crescendo muito, a partir de suas marcas, e estruturando um plano de carreira”, anima-se.

Empresa familiar
Gabriela Biz começou como caixa de loja temporária em 2006, e, após o término do contrato, foi chamada novamente em março de 2007, quando foi efetivada. “Trabalhei por um ano em um ponto de venda da Hering Store e fui promovida à subgerente em poucos meses”, conta.

Gabriela Biz, Hering

No mesmo período, formou-se em Psicologia. “Na época, a Cia. Hering estava em um momento de expansão de lojas, era o novo foco da empresa, e a área de Gestão de Pessoas lembrou-se de mim para trabalhar como suporte aos processos seletivos de loja e também no apoio técnico e orientação para assuntos de gestão de pessoas em função da minha formação e, principalmente, pela vivência em loja”.

Segundo a analista de Gestão de Pessoas, trabalhar na Cia. Hering proporcionou vários ganhos à sua vida: muitas viagens por todo o Brasil, fazer uma pós-graduação em Recursos Humanos, comprar seu carro e muito conhecimento. “Aqui vivemos um ambiente familiar”, destaca.

134 anos de história – Com 9.342 colaboradores, fundada em 1880, a Cia. Hering aprendeu a se reinventar com o passar dos anos. E não parou de crescer. Com quatro marcas em circulação no mercado – Hering, Hering Kids, PUC e dzarm. –, a empresa entra em 2014 com planos de abrir mais 100 pontos de vendas no País (em 2012 eram 638) e lançar uma nova marca, Hering for You, dedicada exclusivamente ao público feminino.

Com todas estas perspectivas, certamente a companhia deve contratar milhares de profissionais para dar sustentabilidade a esse crescimento.

Atualmente, a Cia. Hering possui dez unidades produtivas, das quais cinco em Santa Catarina, quatro em Goiás e uma no Rio Grande do Norte; além de dois centros de distribuição estrategicamente localizados em Santa Catariana e Goiás. A unidade de Blumenau continua instalada onde nasceu a companhia.