Home > Carreiras > Odontologia > Objetivo do dentista é devolver sorrisos

Objetivo do dentista é devolver sorrisos

Um papo com a odontologista Ana Carolina Massaro

por Guss de Lucca

Ignorados quando saudáveis, basta uma cárie para transformar os dentes no maior problema da vida de uma pessoa. É nessa hora que entra o odontologista, popularmente chamado de dentista, profissional que tem como meta zelar pela saúde bucal e, como diz a Ana Carolina Massaro, “devolver sorrisos”.

Eleita em 2014 como a melhor dentista do mundo pela Turma do Bem, ONG fundada por Fábio Bibancos, Ana Carolina conta que sempre teve uma boa relação com as matérias da área biológica na infância. “Lembro que quando ia à odontopediatra dizia que me tornaria dentista”, recorda.

Atendendo exclusivamente em seu consultório desde o início da carreira, ela acredita que o maior prazer da profissão é poder tirar a dor de uma pessoa e vê-la mudar de humor. “O  sorriso é o que existe de mais autêntico no ser humano. Poder devolvê-lo é uma sensação maravilhosa”.

A relação de Ana Carolina com a Turma do Bem começou em 2009, quando ela se cadastrou para integrar o time de dentistas da ONG. Porém, no momento de preencher a ficha ela descobriu que não havia coordenador do projeto em Marília, cidade do interior de São Paulo em que mora. “No mesmo ano participei do Sorriso do Bem, evento anual em que são formados novos coordenadores. Participei e fiquei apaixonada pela causa”, relembra ela.

De acordo com a odontologista, sua função na ONG envolve uma série de ações como procurar instituições carentes e em escolas públicas de periferia, fazer a triagem desses jovens e encaminhar suas fichas para São Paulo, onde é feita a seleção dos que receberão tratamento dentário gratuito.

Ana Carolina Massaro dentista“Também cadastramos dentistas voluntários para fazer atendimento em seus próprios consultórios e levamos o projeto para a mídia na tentativa de atrair pessoas físicas e jurídicas que possam colaborar financeiramente para a Turma do Bem se manter. Somos uma ONG, mas não trabalhamos com nenhuma verba pública”, explica Ana Carolina.

Entre as conquistas mais celebradas por ela está a criação de uma lei em Marília que obriga a escovação diária nas escolas municipais, com o poder executivo fiscalizando e fornecendo pasta, escova e fio dental para todas as crianças da região.

Por conta desses esforços Ana Carolina foi eleita a melhor dentista do mundo durante o evento anual do ano passado – uma vitória que a deixou surpresa. “Nunca imaginei isso. O projeto já está presente em 1.300 cidades do Brasil, 12 países da América Latina e em Portugal. Com tantos coordenadores fazendo trabalhos impecáveis nunca imaginei ficar em primeiro lugar”, conta ela.

“Todos os envolvidos deveriam receber essa homenagem. Só de disponibilizar o tempo, deixar de estar com a família para se dedicar a resolver a saúde bucal de uma criança que nunca teve a possibilidade de estar em um consultório já vale o título de melhor dentista do mundo”, afirma Ana Carolina, que enxerga na dedicação e no tratamento humanizado a chave para o reconhecimento no mercado.