Home > Carreiras > Marketing > O profissional de marketing digital

O profissional de marketing digital

O desafio de sempre acompanhar as tendências e as métricas

por Guss de Lucca
fotos por Newton Santos

Uma ferramenta de divulgação extremamente poderosa no mundo real, o marketing ganhou força imensurável com o surgimento das mídias digitais, quadro que se agravou quando a internet saiu dos computadores para os telefones celulares. Hoje pode-se dizer que o marketing digital é quase onipresente.

Testemunha do surgimento desse novo mercado, a publicitária Adriana Saraiva acompanhou desde 1999 as mudanças que o universo digital provocou nas relações de marketing a partir da experiência vivida em uma grande companhia aérea francesa.

Marketing Digital Adriana Saraiva“Comecei a trabalhar para a companhia aérea e tive a oportunidade de aplicar práticas já utilizadas em países europeus no Brasil, que sempre foi um bom lugar para práticas digitais”, conta ela, que aprendeu muito sobre o marketing digital da época em cursos pagos pela empresa na França.

“Foi aí que começamos a pensar na implementação do e-commerce no site da companhia do Brasil – isso foi um desafio enorme em 2000, período em que nenhuma companhia aérea brasileira fazia esse tipo de serviço”, explica Adriana, que usa o momento para marcar o início de sua carreira no marketing digital.

Com uma especialização que durou quatro anos entre idas e vindas à França, ela foi uma das responsáveis pela criação do site em português da empresa – até então só existiam versões em inglês e francês. “Foi aí que comecei a entender o que era esse mundo digital e me interessar por essa tal de internet”.

Hoje Adriana entende o gestor de marketing digital como o profissional responsável pela otimização da mídia, o que o obriga a acompanhar um mercado em constante mudança por conta dos avanços tecnológicos. Se antes o envio de e-mails era eficaz, hoje tudo está voltado ao universo mobile.

“Esse profissional tem que entender como comprar mídia hoje em dia, tem que entender de plataforma – quando falamos de web falamos de todas as formas de uso da internet. Por exemplo, hoje pensamos primeiro no mobile, pois é o primeiro local que a pessoa vai acessar, mas muitas empresas não estão prontas para lidar com isso”, explica ela.

“O gestor de marketing digital tem que entender toda a cadeia. Precisa saber quem está acessando aquele conteúdo, para compreender quem é esse cliente”, completa a publicitária, que vê o mercado com espaço para as novas gerações.

Para tanto, Adriana acredita que é importante uma formação acadêmica em marketing ou publicidade, onde o estudante pode entender que tipo de profissional ele é: o focado em marca ou o focado em números. “Esse segundo tem mais chances atualmente, pois é cada vez mais importante entender de métricas e desse mundo de ‘tagueamento'”.

Confira mais informações sobre a carreira de marketing digital no Mapa VAGAS de Carreiras.