Home > Carreiras > Marketing > As surpresas da pesquisa de mercado

As surpresas da pesquisa de mercado

Análises revelam a empresas quais são os hábitos e desejos dos consumidores

por Guss de Lucca

Uma das esferas que integram o universo do marketing envolve a pesquisa de mercado. Nela as empresas contratam profissionais para conduzir entrevistas e assim entender melhor os hábitos de consumidores e a forma como seus produtos e serviços são percebidos por eles.

Formada em artes plásticas, a pesquisadora Ana Carla Carneiro entrou por acaso nesse mercado. Próxima de terminar a faculdade e morando sozinha, ela recebeu o convite de uma amiga que já trabalhava com pesquisa e atendimento ao consumidor. Aceitou por um único motivo: pagar o aluguel.

Acabou ficando três anos na empresa. “Foi uma ‘escola’ para mim. Aprendi todas as bases do trabalho”, conta ela, que atua como freelancer – um formato cada vez mais comum no segmento. “Muitas firmas enxugaram seus quadros de funcionários e vêm optando por contratar freelancers.”

Quantitativa ou qualitativa
Assim que é chamada por uma empresa, ela recebe as informações que o cliente quer com a pesquisa, definindo se a dinâmica será quantitativa ou qualitativa. O objetivo define qual metodologia usar e a partir daí o profissional coordena o projeto e determina valores e prazos. Também monta um questionário já sabendo que tipo de resultado quer.

Depois da pesquisa realizada, o que pode ou não ocorrer com o acompanhamento de Ana Carla, cabe à profissional responsável fazer a leitura analítica das respostas. “Só os números não contam nada. É preciso que você os interprete. Dependendo do contexto sim quer dizer não”, diz a pesquisadora.

Ana Carla Carneiro profissional de marketing pesquisa de mercado

Apesar da graduação em artes, ela tomou gosto pelas pesquisas de marketing – principalmente pelas qualitativas, que contam com o elemento surpresa. “No processo de planejamento da pesquisa qualitativa eu faço um roteiro de perguntas com base no que o cliente quer saber e frequentemente formulo hipóteses. Mas às vezes ao conversar com as pessoas essas hipóteses caem por terra – o que você achava que era óbvio muda e é maravilhoso descobrir isso.”

Mercado receptivo
Para ela, o mercado em pesquisa de marketing é receptivo, independentemente da área. Entre as formações comuns encontradas nesse meio estão psicólogos, cientistas sociais e publicitários. “Conheci gente incrível que veio de filosofia, economia e engenharia”, cita.

Ana Carla aconselha aos novatos começar “batendo de porta em porta, preenchendo questionários”.

“Isso vai te dar uma boa noção do que é esse trabalho.”

*Está decidindo qual profissão seguir ou quer dicas de carreira? O VAGAS Profissões está aqui para te ajudar!