Home > Carreiras > Letras > Letras: mercado de trabalho impulsionado

Letras: mercado de trabalho impulsionado

Mas para conquistar as melhores vagas, as atualizações devem ser constantes

por Marcus Lopes

A ascensão do Brasil no cenário econômico, político e cultural internacional nos últimos anos impulsionou o mercado de Letras. Com o aumento de investimentos externos no País, ou de brasileiros no exterior, cresce o interesse de estrangeiros em aprender o português. Em contrapartida, uma segunda língua, em especial o inglês e o espanhol, tornou-se praticamente uma obrigação para os profissionais em todas as áreas.

O aluno de Letras dedica-se ao estudo profundo da língua e literatura portuguesa e de um segundo idioma, de acordo com a sua preferência e disponibilidade da faculdade que está cursando. Em geral, os alunos optam por habilidades mais modernas e de grande demanda no mercado de trabalho, como inglês, espanhol, francês, italiano e, mais recentemente, o mandarim. Mas também são oferecidas especializações menos conhecidas, como russo, latim e sânscrito.

O curso dura, em média, quatro anos, e é oferecido em faculdades espalhadas por todo o Brasil. Apesar de grande parte dos formandos dedicar-se ao magistério, há boas oportunidades em outras áreas, como a pesquisa, editoração e tradução.

Consultoria e assessoria
“O mercado de trabalho hoje se abre ao profissional capaz de se inserir em áreas ligadas ao ensino particular, público ou empresarial da língua materna e estrangeira. Da mesma forma, o profissional de Letras pode exercer assessorias técnicas, serviços editoriais, consultoria e assessoria”, explica Nelson Luís Ramos, coordenador do curso de Letras da Unesp em São José do Rio Preto. Entre as diversas áreas de atuação do profissional, ele aponta:

  • Ensino de português, literatura e língua estrangeira em instituições públicas e privadas (fundamental, médio e superior).
  • Consultoria a professores e instituições que desejam melhorar e atualizar a metodologia de ensino.
  • Redação e revisão de textos para instituições diversas.
  • Cursos de redação e gramática para vestibular e concursos em geral.
  • Cursos de interpretação e criação literária.
  • Ensino e consultoria à distância (via Skype, por exemplo).

Futuro profissional
Devido à grande oferta de vagas em faculdades e universidades de todos os portes, em primeiro lugar é necessário escolher uma instituição que ofereça uma boa estrutura para a formação do futuro profissional.  “Nem todos os cursos de Letras do País oferecem um nível adequado à formação exigida do profissional habilitado”, salienta o professor.

O bom profissional, segundo o coordenador da Unesp, não deve se limitar ao curso de graduação. Para conquistar as melhores vagas, as atualizações devem ser constantes, com cursos de pós-graduação e aperfeiçoamento em outros idiomas. “Também é importante participar de workshops, seminários, jornadas, congressos e demais eventos relacionados à área de atuação profissional, visando sempre a troca de conhecimento”, completa.