Home > Carreiras > Jornalismo > O primeiro estágio em jornalismo, uma conquista

O primeiro estágio em jornalismo, uma conquista

Por Lucia Helena Corrêa
Foto de Rogério Montenegro

Cursando os últimos semestres do curso de jornalismo Universidade Nove de Julho, Unidade Vergueiro, a paulistana Priscila Cirne comemora a conquista do seu primeiro estágio. Em um mercado bastante competitivo, diz sentir-se privilegiada com a oportunidade.

Priscila estagia na Agência AMigo!, assessoria de imprensa especializada no atendimento a empresas e entidades de classe do turismo. Responde pela conta da Skal Brasil, entidade que se encarrega de manter o chamado network no setor, provendo eventos para a troca de experiência entre os participantes.

“O que me encanta no jornalismo é o fato de me saber útil levando, informação e conhecimento às pessoas para que se possam posicionar na vida pessoal e profissional. No caso do texto sobre turismo, associam-se utilidade e prazer”, diz Priscila. Ser fiel aos fatos é uma de suas maiores preocupações.

“Escolhi o jornalismo por causa da dinâmica da profissão: cada dia é um dia diferente, trate-se de escrever sobre fatos positivos ou negativos. Procuro não perder de vista que sou, somente, o meio, e não a protagonista da notícia. E isso requer muita humildade e vontade de acertar”, diz a estudante.

Confessa que desconhecia completamente a natureza do turismo, enquanto atividade econômica de amplo espectro social. “O estágio tem me apontando uma nova realidade e abrindo para outras tantas possibilidades profissionais. Sinto-me como uma esponja, absorvendo tudo que posso”, compara a estagiária.

“Quando preciso divulgar os eventos planejados pelo cliente, buscando a mais ampla repercussão na mídia, convencer o jornalista a publicar o press release que escrevi é um desafio enorme, e que muito me estimula”, diz ela. Já de olho na especialização, Priscila já pensa no doutorado em jornalismo. “Hoje em dia, não dá mais para parar os estudos na graduação”, defende.