Home > Carreiras > Jornalismo > Jornalista conquista emprego que tem tudo a ver com ela

Jornalista conquista emprego que tem tudo a ver com ela

Gerente de comunicação achou no VAGAS.com cargo que tanto queria

por Guss de Lucca
fotos por Ailton de Oliveira

O jornalismo é uma das profissões com mais abrangência de assuntos e, por conta disso, possibilidades de trabalho nas mais diversas áreas. Das revistas de esportes aos jornais diários, das redações de internet aos telejornais, das assessorias de imprensa à comunicação corporativa – se existe notícia, há espaço para um jornalista.

Aos 49 anos Denise Barbosa estava preparada para um cargo de chefia que ainda não havia surgido. Ao menos um que se encaixasse perfeitamente com sua bagagem profissional. Formada em jornalismo, ela já havia completado uma pós-graduação em relações públicas e um MBA em gestão de empreendedorismo social.

“Tudo aconteceu mais ou menos há dois anos. Eu tinha saído de um trabalho formal e logo fui chamada por uma consultoria. Mas antes disso eu coloquei meu currículo no VAGAS.com, pois tinha dúvidas sobre a permanência nessa agência”, conta ela. “Acho que eu estava muito tímida em relação a procura pois gostava do serviço lá.”

Instituto Ethos
Tudo mudou quando ela recebeu por e-mail o aviso sobre uma vaga que, em suas palavras, “tinha muito a ver comigo”. “Achei a minha cara e logo me candidatei. Em cerca de duas semanas eles entraram em contato comigo e fui chamada para o processo de seleção”, explica Denise, que teve de enfrentar uma dinâmica de grupo seguida por uma entrevista individual e, só no fim, uma conversa com o presidente da empresa – no caso, o Instituto Ethos.

gerente de comunicação do Instituto Ethos Denise Barbosa

O sucesso na disputa pela vaga de gerente de comunicação, de acordo com a jornalista, veio ao encontro da experiência de mercado somada à sua formação. “Acho que o meu perfil tinha muito a ver com o que eles buscavam – um gerente que entendesse vários processos da comunicação. Antes eu já havia trabalhado em TV, agências, jornal e revistas. Além disso, eu tinha feito o MBA na área de atuação da empresa. Meu currículo estava bem alinhado com as expectativas da organização”, conta.

Satisfeita com a atual posição, Denise manteve seu cadastro no VAGAS.com. Mesmo sem buscar por nada novo, ela acredita que é bom o profissional ficar por dentro do que acontece no mercado. “Não tirei meu currículo do site, pois acho interessante ele ficar num espaço aberto. E pelo que acompanhado não vejo muitas oportunidades na minha área e nem no meu cargo. Acho que a procura por gerentes e cargos de chefia são mais raras”, analisa.