Home > Carreiras > Fotografia > Fotógrafo registra dia-a-dia do candidato

Fotógrafo registra dia-a-dia do candidato

Profissional integra quase todas as grandes equipes de campanhas

por Marcus Lopes
fotos: arquivo pessoal/Nelson Antoine

Durante toda a campanha eleitoral, ele tem de estar com os olhos bem atentos, afinal, é o profissional que vai registrar as imagens que marcam a rotina do candidato. Por isso praticamente todas as grandes equipes de campanhas eleitorais possuem um fotógrafo oficial.

O material produzido pelo fotógrafo de campanha abastece agências de notícias, veículos de comunicação e toda a estrutura da candidatura, desde material de campanha (como jornais, cartazes e santinhos) até as redes sociais e sites oficiais do candidato e da coligação.

“O fotógrafo de campanha está focado no esforço coletivo para eleger o candidato para quem trabalha. Ele usa as ferramentas do fotojornalismo para registrar o dia-a-dia do político nas agendas realizadas nas ruas. Mas sempre procura imagens com um viés positivo, que reforcem as qualidades do postulante”, explica o fotojornalista paulistano Fernando Cavalcanti.

Notícias Populares
Formado em jornalismo pela PUC-SP em 1994, logo cedo Cavalcanti trocou a caneta e o bloco de anotações pelas câmeras. Passou pelos departamentos de fotografia da revista IstoÉ e do extinto jornal Notícias Populares. Em Londres, onde morou por sete anos, trabalhou nos jornais ingleses The Sunday e Independent, além de realizar serviços freelancer para vários veículos brasileiros.

fotojornalista paulistano Fernando Cavalcanti fotógrafo de campanha

Em 2012, a convite de uma agência, foi trabalhar na campanha de José Serra (PSDB) à Prefeitura de São Paulo. Este ano, ingressou na campanha de Fernando Pimentel (PT) ao governo de Minas Gerais, onde atua no momento.

Além de trabalhar para a coligação em si, o fotógrafo oficial também ajuda os colegas da imprensa que acompanham a agenda. “Na reta final de uma grande campanha é comum que as agendas públicas tenham em torno de 30 profissionais de imagem de diferentes órgãos de imprensa. É fundamental ter um bom diálogo com eles. E o fotógrafo da campanha ajuda a gerenciar as demandas dos colegas por uma boa imagem”, explica Cavalcanti.

Dedicação total
Ao ingressar em uma campanha, a dedicação tem de ser total e rotina é uma palavra riscada do dicionário, já que o político tem de ir sempre aonde o voto está. E sua equipe vai junto. “A entrega tem de ser total. É muito comum ficar mais de um mês sem nenhuma folga e as jornadas, via de regra, são extensas”, diz Cavalcanti. “Mas a remuneração é boa, acima do que paga o mercado”, salienta.

De acordo com o fotógrafo de Fernando Pimentel, alguns requisitos são importantes para um bom profissional de campanha. O principal deles é ser uma pessoa versátil e que saiba lidar com situações de estresse típicos do período eleitoral. “É importante manter um bom relacionamento com seus colegas de profissão, com a assessoria do candidato e com a coordenação política da campanha”, ensina.

*Leia a primeira matéria do Especial Eleições aqui.