Home > Carreiras > Engenharia > Saiba o que faz um arquiteto de soluções

Saiba o que faz um arquiteto de soluções

Profissão é considerada uma das 25 mais promissoras do momento nos EUA

por Marcus Lopes

Em fevereiro, a consultoria americana Glassdoor divulgou um ranking com as 25 profissões consideradas de ouro nos Estados Unidos. Ou seja, aquelas que apresentam melhores condições de ascensão profissional nos próximos anos. A lista inclui o arquiteto de soluções, ramo da engenharia ligado à tecnologia da informação (TI).

Conhecido no passado como arquiteto de software, trata-se do profissional que, dentro de uma empresa, define as soluções tecnológicas de acordo com os objetivos da corporação.  “Sua responsabilidade é entender os problemas que o negócio pretende resolver e encaminhar a melhor solução digital para as necessidades funcionais e não funcionais. É o responsável por intermediar as necessidades entre o cliente e a tecnologia”, explica o diretor acadêmico de cursos de MBA da FIAP, Eduardo Endo. A instituição, que tem como foco o ensino de tecnologia, negócios e inovações, oferece o curso de arquitetura de soluções.

Startups
O mercado de trabalho é extenso e abrange de pequenas empresas e startups até grandes corporações. Endo cita o caso da fusão entre o Itaú e o Unibanco como um bom exemplo de atuação do arquiteto de soluções. “O arquiteto de soluções teve um papel fundamental na integração de diversas capacidades tecnológicas na fusão em grande escala do Itaú com o Unibanco. Não podemos esquecer de grandes grupos de consultoria como Accenture, G&P e BRQ, entre outros, que têm nos seus arquitetos o alicerce central para o fechamento de novos negócios”, completa o professor.

De acordo com Endo, o mercado carece de bons profissionais, em especial nas grandes empresas. “O mercado de TI vai se moldando de acordo com as necessidades das áreas de negócio. Balancear a capacidade de inovação das novas tecnologias com a potencialização do legado do cliente, alavancando o investimento de recursos que já foram aplicados na empresa, faz parte desta mudança que vem sendo diretamente liderada pelo arquiteto de soluções.”

Mas ele salienta: “As exigências para ocupar este cargo são bem relevantes: alta experiência de atuação em TI, conhecimento acadêmico e perfil profissional são itens obrigatórios.”

As principais dicas para quem quer seguir a profissão são:

* Desenvolver uma boa capacidade de comunicação;
* Desenvolver-se na liderança de indivíduos e equipes;
* Gerenciar elementos de arquitetura em um plano de projeto de TI;
* Entender os aspectos-chave e diferenciais do negócio;
*  Desenvolver arquitetura de TI;
* Adquirir fluência em técnicas de modelagem;
* Ter obstinação na aplicação de padrões de TI;
* Definir soluções para exigências funcionais e não-funcionais;
* Estabelecer decisões arquiteturais.

Segundo o professor da FIAP, no dia-a-dia da profissão também é preciso demonstrar habilidades, tais como:

* Experiência e abrangência na produção de arquiteturas;
* Experiência com diferentes tipos de tecnologias e arquiteturas;
* Envolvimento em todo o ciclo de vida de serviços de TI;
* Conhecimento das tendências de TI.