Home > Carreiras > Enfermagem > Enfermagem: área com visão humanista

Enfermagem: área com visão humanista

Aulas de patologia e epidemiologia fazem parte do curso de graduação

por Marcus Lopes

O êxito no trabalho de cuidar de pacientes e salvar vidas depende do carinho e dedicação dos profissionais da área da saúde, entre elas a Enfermagem. Os enfermeiros são agentes que devem ter uma visão humanista, ética e até política da realidade da saúde brasileira. Eles precisam estar preparados para atuar em equipes formadas por outros profissionais da área, como médicos, psicólogos, nutricionistas entre outros.

A carreira de Enfermagem está ligada a hospitais públicos e privados, centros médicos, consultórios, unidades básicas de saúde, laboratórios, casas de repouso e consultórios. O enfermeiro também pode prestar atendimento domiciliar a idosos e doentes, ambulatórios de empresas e atuar no ensino técnico e superior.

Nos últimos anos, o mercado de trabalho tem crescido com a implantação de políticas públicas, como o Programa Saúde da Família (PSF). Cada equipe do programa conta com, no mínimo, um enfermeiro. Há também boas oportunidades de trabalho em serviços de alta complexidade, como unidades de terapia intensiva (UTIs) em hospitais.

O curso de Enfermagem

Como ocorre em todas as carreiras da área de saúde, uma boa formação acadêmica é essencial para o sucesso profissional. “Não faltam vagas no mercado de trabalho para enfermeiros. O que falta são profissionais que consigam reunir as habilidades e competências exigidas pelas instituições”, afirma Laércio Neves, coordenador do curso de Enfermagem da Universidade Anhanguera.

O curso de Enfermagem tem duração média de quatro anos. Nos primeiros semestres, o aluno tem disciplinas básicas das áreas de Biologia, Psicologia e Administração, além de História da Enfermagem.

A partir do segundo ano começam as matérias específicas, como Anatomia, Fisiologia, Patologia e Epidemiologia. Nesse período também começam as aulas práticas em ambulatórios e hospitais, acompanhadas dos professores.

“Para construir uma carreira sólida, o profissional deve ter um currículo compatível e atualizado com as exigências do mercado. Nesse sentido, realizar cursos de aprimoramento, especialização, mestrado e doutorado é essencial”, diz Laércio.

O mercado de trabalho

A especialização é um dos caminhos indicados aos formados em Enfermagem. Entre elas, enfermagem neonatal, emergências e unidades de terapia intensiva. Com o aumento da expectativa de vida dos brasileiros, cuidar e tratar de idosos também é uma das boas alternativas para enfrentar o concorrido mercado de trabalho nos próximos anos.

A abertura de cursos de Enfermagem de nível superior e técnico nos últimos anos tem aumentado a oferta de trabalho para quem deseja seguir a carreira acadêmica. Para obter a licenciatura é necessário complementar a formação com aulas de educação e didática. Além de faculdades, o profissional pode atuar em escolas profissionalizantes que ofereçam o curso de Enfermagem.

Confira mais informações sobre a carreira de enfermagem no Mapa VAGAS de Carreiras.