Home > Carreiras > Cinema > Mercado aberto para a carreira de cinema

Mercado aberto para a carreira de cinema

TV por assinatura e produções na internet oferecem muitas oportunidades

por Marcus Lopes

O sucesso de alguns filmes nacionais abriu o mercado para a carreira de cinema no Brasil. E as oportunidades não estão apenas na telona para aqueles que ainda estão decidindo qual profissão seguir. O rápido crescimento dos canais de televisão por assinatura e o avanço das produções na internet também oferecem inúmeras oportunidades para aqueles que abraçaram a sétima arte como profissão.

O número de cursos de Cinema no Brasil ainda é pequeno e eles estão concentrados no Sudeste. O aluno formado estará apto para atuar em todos os segmentos da indústria cinematográfica e audiovisual. É possível também atuar para empresas, produzindo vídeos institucionais, por exemplo. Ele também poderá escrever roteiros, produzir vídeos e trabalhar com produção, fotografia, som, edição, cenário, preparação de elenco e diversas outras atividades.

“Depois de um período de quase vazio, a produção de cinema começou a reagir com as novas leis de incentivo. No começo de maneira emperrada, mas ano a ano a produção foi aumentando e agora se estabilizou em um patamar razoável”, explica o professor e roteirista Ricardo Tiezzi, coordenador na pós-graduação do curso de Cinema e Televisão da Fundação Armando Álvares Penteado (Faap).

Dedicação e empenho
“Não é a indústria mais pujante do mundo, mas também não é uma produção fraca. Com isso, sem dúvida, é uma carreira em que o aspirante encontra espaço, desde que, é claro, tenha dedicação e empenho”, completa Tiezzi, que já fez roteiros de filmes, seriados e de programas para a TV Globo.

Os primeiros semestres são mais dedicados às disciplinas teóricas, como história do cinema, arte e cultura, comunicação e expressão e estudos fotográficos. Nos semestres seguintes o aluno passa a conviver com matérias mais práticas, tais como direção de arte, documentários para cinema e direção de atores.

É comum o apaixonado por cinema confundir a profissão com o glamour despertado pelas grandes produções cinematográficas, festivais e fama, o que é um erro. “Talvez não haja nada menos glamoroso do que um set de filmagem. Um lugar onde cada tomada é repetida várias vezes, onde entre uma tomada e outra há um longo período de preparação, onde tudo está caótico e o profissional tem de ficar atento a inúmeros detalhes”, explica.

Mercado de trabalho
De acordo com o professor, qualquer que seja a área em que o aspirante pretenda trabalhar, a receita da boa carreira de cinema é sempre a mesma: empenho, disposição para o aprendizado constante e uma vontade indestrutível, pois o mercado vai selecionar os que realmente são dedicados.

Independente da área em que a pessoa construa a sua trajetória – cinema, televisão ou produtoras – investir no conhecimento é fundamental. “Muita gente diz que faltam profissionais, mas isso é só uma meia verdade. O que faltam são bons profissionais”, afirma Tiezzi.

*Não deixe de conferir todos os posts do nosso Guia VAGAS de Profissões.