Home > Carreiras > Ciência da Computação > Como é o trabalho do Product Owner

Como é o trabalho do Product Owner

Profissional é responsável em levar a visão do usuário para a empresa

por Marcus Lopes

O avanço da tecnologia abre novas oportunidades e carreiras profissionais no Brasil, em especial para atender o mercado de tecnologia da informação. Uma delas é o Product Owner (PO), ou gerente de produto.

Essencialmente ligado ao mercado de TI, trata-se do responsável para levar a visão do usuário do produto para dentro da empresa. É aquele profissional que tem a missão de garantir, dentro do desenvolvimento do produto, que os usuários terão uma excelente experiência. Cabe a ele descobrir o valor do produto, o quanto ele é útil e se é viável para o mercado.

“O Product Owner é o profissional que representa o cliente frente à equipe que está desenvolvendo o projeto”, explica o professor Vivaldo José Breternitz, coordenador da Faculdade de Computação e Informática da Universidade Mackenzie.

A formação do Product Owner

Segundo Breternitz, o Product Owner geralmente tem formação acadêmica ligada às áreas de TI – Ciência da Computação e Sistemas de Informação.  “Mas ele deve ter conhecimento profundo da área para a qual o projeto está sendo desenvolvido”, destaca o professor. Afinal, a gestão do produto é, acima de tudo, uma função de negócios. Os profissionais desta área devem estar muito focados na otimização de um produto para atingir os objetivos do negócio, maximizando o retorno sobre o investimento realizado.

Segundo Breternitz, o mercado de trabalho é promissor e trata-se de uma função que exige os seguintes requisitos do profissional:

  • Conhecimento técnico de TI e do negócio ligado ao produto que está sendo desenvolvido;
  • Capacidade de negociação;
  • Visão da organização e do mercado como um todo;
  • Capacidade de relacionamento em todos os níveis de trabalho em equipe;
  • Sensibilidade para definir prioridades;
  • Capacidade de planejamento.

Dicas do dia a dia

“Tudo isso é difícil encontrar em um só profissional, o que torna bons POs raros e, por conseqüência, valorizados”, diz Breternitz, que elenca dicas para o bom Product Owner:

  • Estar sempre disponível e muito próximo do time de desenvolvimento e do cliente;
  • Manter informados a todos os stakeholders;
  • Capacidade de se comunicar, de forma oral e escrita, em inglês. As empresas afirmam que, geralmente, esse é o principal ponto fraco dos egressos dos cursos de Tecnologia da Informação no Brasil;
  • Atualização constante em todas as áreas ligadas ao negócio. Não é necessário que o Product Owner domine toda a parte técnica, mas deve ter ótimos conhecimentos ao como fazer e ao esforço envolvido, assim como um bom relacionamento com as equipes de desenvolvimento. No mercado de softwares isso é mais do que necessário, pois o profissional passa boa parte do tempo ao lado dos programadores.

Confira mais informações sobre a carreira do Product Owner no Mapa VAGAS de Carreiras.