Home > Carreiras > Ciência da Computação > A carreira na Ciência da Computação

A carreira na Ciência da Computação

Como é o mercado de trabalho, o curso e as características do profissional

por Marcus Lopes

Poucas carreiras apresentam um cenário tão otimista e promissor quanto a da Ciência da Computação. Não é para menos. O profissional é responsável pelo desenvolvimento de programas, equipamentos, redes e sistemas que permitem o funcionamento do universo dos computadores. As empresas de tecnologia dependem cada vez mais de profissionais ligados à área.

Mercado de trabalho

Para se ter uma ideia de como a carreira está bombando, há déficit de trabalhadores no setor. “O mercado está com falta de profissionais. Existem muitas vagas ociosas no mercado de trabalho”, diz o coordenador do curso de Ciência da Computação da FEI, Flávio Tonidandel.

Segundo ele, as empresas de TI têm relatado dificuldades para encontrar bons profissionais no setor. “O problema se torna ainda maior, pois formam-se pouco mais de 40 mil alunos por ano, que não suprem a demanda do mercado”. Isso não significa ingresso automático nas empresas. “O mercado de trabalho continua seletivo e, por vezes, prefere não preencher uma vaga disponível no lugar de contratar um mau profissional.”

O mercado é vasto, hoje em dia, a computação está presente em praticamente todas as atividades humanas, desde um pequeno comércio até as mais modernas instalações para cirurgias de alta complexidade de um hospital.

O curso de Ciência da Computação

O curso de Ciência da Computação dura, em média, quatro anos. Ele exige muito gosto pelos números e cálculos complexos. As disciplinas básicas incluem Física, Matemática e Fundamentos da Computação. No decorrer da graduação, o aluno parte para matérias mais específicas, como Computação de Alto Desempenho, Sistemas da Informação e Controle Digital.

Algumas universidades também oferecem formação para aqueles que desejam caminhar com as próprias pernas na carreira, com aulas de Empreendedorismo e Administração.

O profissional

“Um bom profissional na Ciência da Computação deve ter uma ótima base e prática de computação, saber técnicas para tornar eficientes os sistemas computacionais e ter um caráter inovador”, explica Tonidandel. Ele também destaca a importância de cursar inglês.

“Hoje em dia, saber falar inglês é primordial. Nenhuma grande empresa trabalha apenas em um país ou localmente. Saber inglês e se manter atualizado, com cursos de especialização ou mestrado e doutorado, garante salários interessantes e maiores oportunidades”. Em uma área dinâmica como a computação, ficar parado no tempo pode comprometer toda a carreira do profissional.

Confira mais informações sobre estágio em Ciência da Computação no Mapa VAGAS de Carreiras.