Home > Carreiras > Administração > Mudar de área pode render o emprego dos sonhos

Mudar de área pode render o emprego dos sonhos

Daniela Castro, de Belo Horizonte, conseguiu oportunidade pela VAGAS

por Guss de Lucca
fotos: arquivo pessoal

Mudar de área nem sempre é um processo fácil. Ainda mais quando o profissional em questão já passou da fase de aprendiz e colhe os frutos de sua experiência. Porém, no caso da assistente administrativa Daniela Castro, de Belo Horizonte, em Minas Gerais, a determinação foi importante para sua transição para a multinacional em que trabalha hoje.

“Trabalhei com turismo, minha primeira formação, por muito tempo. Só depois parti para a administração”, conta ela, que em 2009 começou a trabalhar como secretária executiva de uma firma de tecnologia. “Nessa época eu vivia acompanhando o Twitter e o Facebook do VAGAS.com.br. Foi lá que vi essa vaga para recepcionista bilíngue em uma multinacional”, conta.

Empolgada com a possibilidade de partir para um novo desafio, Daniela candidatou-se à vaga – um processo que, segundo ela, foi mais rápido do que o esperado. “Mandei meu currículo na segunda-feira. Na terça o pessoal do RH me ligou e no dia seguinte eu já estava fazendo uma entrevista pessoal”, recorda.

Idiomas e estágio internacional
Em seu caminho havia outra candidata, indicada pela pessoa que estava deixando o cargo aberto, mas nem isso a impediu de conseguir a vaga. Nesse momento um estágio feito por ela na Disney, nos Estados Unidos, ajudou na decisão favorável. “O inglês dela não era tão bom quanto o meu, que refinei durante esse estágio internacional, assim como o espanhol. Por isso consegui o emprego em que estou já faz três anos.”

Daniela Castro da OracleDiferentemente do que pode parecer, essa não foi a primeira vez que Daniela candidatou-se a uma oportunidade pela VAGAS – uma prova de que a persistência faz parte do processo na busca por uma posição melhor no mercado de trabalho. “Cheguei a participar de vários processos, mas nem sempre deu certo”, diz.

Atualização de currículo
Uma das dicas de Daniela é sempre atualizar os dados de seu currículo. “Eu vi que cada vez que acrescentava algo melhorava as chances de que alguém buscasse meu currículo. Por isso adquiri esse hábito. Se lembrava de um curso que fiz, inseria nele. Quando lia um livro da minha área, colocava também”, explica.

De acordo com ela, essa atualização constante vale também para quem busca por uma colocação maior dentro da empresa. “Isso não conta só no currículo. Agora, por exemplo, eu sinto falta de uma especialização em Excel avançado. E eu vou fazer.”