Home > Acontece > Acontece no Mercado > Trabalho por projeto: o que é e como fazer

Trabalho por projeto: o que é e como fazer

Entenda como funciona e se prepare para uma das principais tendências do mercado de trabalho

por João Xavier*

O trabalho por projeto é uma das tendências do mercado de trabalho. O que já era uma realidade para áreas como TI, Marketing, Publicidade, agora vem se apresentando para as mais diversas áreas, como administrativa, recursos humanos, comercial.

O fato é que a tecnologia impactou diretamente os modelos de negócios e, consequentemente, a forma como o trabalho é realizado. Isso não quer dizer que as atividades de suporte, como o administrativo, por exemplo, vão acabar. Mas significa que sua relativa importância vai diminuir, afinal, trabalhos rotineiros ou repetitivos serão substituídos pelo computador (e até robôs). Já os projetos… esses, sim, vão imperar.

O que é trabalho por projeto

Para entender o que é trabalho por projeto vamos observar uma definição para projeto (baseado no PMBOK®):
Projeto é um esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado exclusivo. A natureza temporária indica que ele tem um início e um término definido. O término é alcançado quando os objetivos do projeto são atingidos ou quando o projeto é encerrado.

Portanto, toda vez que a empresa for criar um novo produto (ou serviço), precisará de competências humanas em projetos e toda vez que a empresa precisar agregar maior valor a seus produtos (ou serviços), precisará novamente de tais competências.

Por fim, toda vez que a empresa for incrementar seus processos internos, de modo a obter maior eficiência, necessitará, mais uma vez, dessas competências. Desse modo, podemos ver claramente como os projetos estão diretamente ligados a uma nobre atividade: a criação de valor!

Conhecimentos técnicos são normalmente mais fáceis de desenvolver. Você pode, por exemplo, realizar um curso de gestão de projetos – existem hoje vários desses no mercado. Você pode estudar e buscar uma certificação PMO (Project Management Office). Não quero dizer que será fácil. Serão necessários esforço, dinheiro, tempo e, principalmente, vivência. Mas o que quero dizer é que saber lidar com as finanças, fazer networking e marketing pessoal pode ser ainda mais difícil – e necessário.

O lado financeiro do trabalho por projetos

Um dos grandes problemas com os projetos é que, quando estamos mergulhados em um deles, normalmente não temos tempo para prospectar novos trabalhos, portanto, muitas vezes acontece um intervalo grande entre um projeto e outro.

É aqui que reside a necessidade de desenvolver competências em finanças: é preciso saber poupar, saber aplicar, saber fazer o dinheiro trabalhar para você – não dá para saber quanto tempo vai demorar para entrar um novo projeto e nem qual será seu tamanho.

Um profissional bem alicerçado financeiramente com certeza terá mais vantagens nas negociações de novos trabalhos, poderá, inclusive, se dar ao luxo de escolher. Já aqueles com saldo negativo no banco, ou com fatura alta no cartão de crédito, tenderão a pegar o primeiro que passar na frente.

Networking é essencial

As outras competências, network e marketing pessoal, estão intimamente ligadas. Algumas pessoas têm certo preconceito quanto ao marketing pessoal – entendem como propaganda, “puxação de saco” ou politicagem. Mas marketing para mim significa posicionamento estratégico de mercado, ou seja, maior capacitação possível de modo a produzir melhores resultados para seus clientes para então divulgar-se – é nesse ponto que entra a network.

A melhor divulgação para um portfólio profissional é o boca-a-boca, ou as indicações. É preciso ampliar e cultivar uma boa rede de relacionamentos. É preciso fazer essa rede saber o que você faz, no que você é bom! E não se esqueça do portfólio, suas obras precisam estar expostas para essa rede.

Ufa! Parece complicado? Parece difícil? Quem bom! Afinal, se fosse fácil qualquer um poderia fazer – não precisaria ser você.

Cadastre seu currículo no VAGAS.com.br e aproveite inúmeras oportunidades de emprego. Se você já tem um cadastro, atualize-o aqui.

*João Xavier é diretor-geral da empresa de recrutamento Ricardo Xavier.